Uma mudança na história das avenidas de São Paulo

 

Entre todas as avenidas de São Paulo, nenhuma outra está mais no coração do paulistano e na cabeça de pessoas de outras partes que a Avenida Paulista.

É aquela que tem edificações gigantescas, centenas de carros e pessoas passando por todas as partes e todo momento, mil coisas diferentes pra fazer, o MASP como ponto de partida de inúmeros protestos brasileiros, tem domingos maravilhosos, também é palco para uma das maiores paradas LGBT do mundo e etc.

Essa avenida que hoje em dia é um exemplo de modernidade foi construída para ser o endereço dos barões do café. E para tirar a curiosidade de como ela era antigamente, aí vai algumas comparações de antes e depois.

O Palacete da Família Matarazzo deu lugar para o Shopping Cidade de São Paulo:

A Mansão Pinotti Gamba deu lugar ao Edifício Nações Unidas, na esquina da Brigadeiro Luiz Antonio:

A Mansão Von Bülow deu lugar ao Edifício Paulicéia na esquina da Alameda Campinas:

Mansão de Horácio Sabino deu lugar ao Edifício Horsa (Conjunto Nacional) na esquina com Rua Augusta:

A Mansão de Armando Conde deu lugar ao Edifício sede do Citibank:

As mansões (esquina com Alameda Campinas) foram substituídas pelos edifícios sedes do BicBanco e Sudameris (lado a lado):

E por fim o Palacete Franco de Mello antes e depois:

Comentário de: Professor Pablo del negro (História da Arquitetura), Marcio Lupion ( Desenho de Expressão, Semestre II) , Daniel Candia( Desenho Técnico, Modelos Virtuais e Projeto II, Semestre II):

Havia o projeto que iriam ser tombados os 31 casarões da paulista, partido pelo arquiteto Ruy Ohtake, porém, após o tema ser confirmado os proprietários dos lotes mandaram demolir as propriedades, antes que fossem protegidas pelo tombamento. O gesto triste, mas não ilegal. Foi triste ver aqueles casarões aos pedaços e ainda mais perceber que o motivo foi visando o dinheiro que viria da venda do terreno na Avenida Paulista. As pessoas, ao fazerem isso, além de apagarem a edificação do local, apagam deste, características de como era a arquitetura nos tempos passados.

Texto por: Bettina Mendieta

Desenho da capa por: Bettina Mendieta