Uma lição de vida

Eu me tornei uma pessoa mais confiante, pois as pessoas enxergaram em mim uma beleza, um potencial que eu não enxergava. Foi muito apoio para um momento que eu precisava muito’’. É assim que a estudante Alice Arnoldi, de 20 anos, do segundo semestre de jornalismo, inicia seu perfil.

Apesar de ter passado em uma federal em Santa Maria, ela concordou com seus pais que acharam melhor que ela continuasse em São Paulo para dar continuidade para seu tratamento do câncer na tiroide. E foi por causa da infraestrutura e reconhecimento que ela escolheu Mackenzie. E a escolha não podia ter sido melhor, pois a Mackenzista nos conta que encontrar todo esse apoio é o que ela mais gosta na Universidade.

No tratamento para o câncer, a estudante diz que o apoio da família foi essencial para que tudo desse certo. “Em todo meu tratamento, minha mãe estava lá. Eu percebi que independente das brigas, a família sempre está quando você precisa”.

Alice ainda diz que um de seus principal hobbie é escrever, principalmente para seu blog.’’Comecei com 13 anos, e não parei desde então. Comecei com poesia e depois passei para narrativa e dissertação’’, mas além disso, ela gosta de ir ao cinema e sair com amigos no seu tempo livre.

Ela continua dizendo que uma das coisas que tem mais orgulho, foi assumir seus cachos do jeito que eles são “demorou dois anos, mas eu pensei, se cabelos cacheados são bonitos, porque o meu não seria?

A principal coisa que aprendeu durante o tratamento para o câncer, foi simplesmente viver. “Viva, mas viva verdadeiramente, viva quem você é, o que você acredita, viva todos os dias mais intensamente possível, por que num piscar de olhos, tudo pode mudar”.

Escrito por Paola Churchill

Foto por Paola Churchill