Titebilidade rumo à Rússia!

Desde junho de 2016, quando assumiu a Seleção Brasileira, Tite reformulou a seleção que parecia perdida. Com a “titebilidade”, o famoso e infalível olhar clínico e técnico do treinador, o time foi lapidado e reconstruído, ganhando confiança e motivação novamente.

Nossas três estrelas do ataque. #AlôMãe

Os números de Tite sob o comando da seleção são muito positivos. Em 15 jogos, foram 12 vitórias, 2 empates e 1 derrota, com 35 gols marcados e 4 sofridos: um total de 84% de aproveitamento. Nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, lideramos a tabela e fomos a primeira seleção a carimbar o passaporte para a Rússia, com 89% de aproveitamento.

Temos um time muito rápido e organizado. A tática do treinador e a técnica dos jogadores casaram muito bem e a amarelinha tem dado o que falar.

Gabriel Jesus honra a eterna camisa 9 de Ronaldo e cumpre muito bem sua função: recebe, dribla e acerta o gol. Neymar e Coutinho, pelas pontas, aceleram o ritmo do ataque e têm uma ótima visão de jogo e pontaria. Pelo meio, Paulinho, Casemiro e Renato Augusto servem muito bem nosso trio de ataque com passes precisos.

Na nossa lateral, temos dois grandes jogadores que muitas vezes sobressaem os atacantes e meio campistas: Marcelo e Dani Alves. Os dois dão ótimas assistências e sabem marcar gol, levando o legado de Cafu e Roberto Carlos a diante.

Os zagueiros Miranda e Marquinhos tiveram um rápido entrosamento e logo nos primeiros jogos juntos já passavam segurança na nossa linha defensiva com ótimos desarmes e roubadas de bola.

Seleção Brasileira com Fernandinho no lugar de Casemiro, compondo o meio de campo

Alisson é o homem que defende nosso gol e ganhou rapidamente a confiança de Tite. Essa é a posição mais questionada pela maioria das pessoas, que consideram nomes como o de Vanderlei, do Santos, e de Cássio, do Corinthians a frente de Alisson.

Nossa seleção está compacta e forte. Estamos bem servidos em todos os setores e podemos sonhar com o hexa.

PRA CIMA BRASIL!!!

Paulistana, apaixonada por futebol e pelo Palmeiras desde pequena. Amante de Beatles e há 20 anos sendo a pessoa mais chorona do mundo.