Crônica por Ilana Oliveira

Caro amigo, eu acredito na potência da perseverança. Aquele comichão que algumas pessoas sentem quando pensam em mudar alguma coisa que esteja à sua volta, mas que nunca mudam. O jornalista tem um pouco disso, caso não se perca em sua glamourização ou desilusão com a profissão. E eu pretendo ser jornalista, sabe? Fazendo jus […]