Sobre metas e fins de ano

Mais um ano começa a chega ao fim. Doze meses se passaram, há quem diga que rápido outros que devagar. De uma forma ou de outra mais um ano vai está de partida.

Essa época de fim de ano é sempre repleta de reflexões, carrega consigo um sentimento de nostalgia, levando todos a pensarem no que realizam ou deixaram de realizar. Esse também é momento das famosas promessas que fazemos para cumprir no ano seguinte.

Afinal de contas o que é esse sentimento de novo começo que nos invade a cada fim de dezembro? O que nos faz pensar que a virada de um dia que traz consigo o amanhecer de um novo ano pode mudar completamente nossa vida.

O nome deste sentimento é esperança que com seu jeitinho educado vai invadindo nossas vidas. Primeiro começamos a pensar em todas as metas que traçamos em janeiro deste ano. As mais normais são mudar de emprego, fazer alguma viagem inesquecível ou comprar um carro. Será que cumprimos todas ou alguma acabou ficando de fora?

O próximo passo é escolher quais serão as novas metas. Às vezes acabamos colocando alguma que eram para esse ano, mas foi adiada para o próximo. E assim pouco a pouco vamos caminhando para o entusiasmo de tentar viver uma nova vida em um novo ano.

As vezes dá certo outras nem tanto. Mas para as tentativas falhas sempre haverá o próximo fim de ano para sermos visitados pela esperança novamente.

 

Texto por Aline Fátima