Rússia 2018: Dia 8

Como de costume, três jogos foram disputados hoje, na Rússia. Às 9h, no horário de Brasília, a Dinamarca empatou com a Austrália em 1 a 1. Depois, às 12h, a França, embora não tenha jogado muito bem, venceu o Peru por 1 gol a 0. Por fim, às 15h, a Croácia derrotou a Argentina por 3 a 0 e complicou a vida dos “hermanos”.

 

Grupo C – Dinamarca x Austrália

Eriksen comemora gol marcado

Disputada em Samara, a partida não demorou muito para que a Dinamarca abrisse o placar. A equipe pressionava o adversário no campo de ataque, buscando um erro para se aproveitar. Assim, logo aos seis minutos, após uma bola mal afastada pelo time australiano, Eriksen recebeu ótima assistência de Jorgensen e, em um belo chute, colocou os dinamarqueses na frente.

A primeira metade do primeiro tempo foi dominada pela Dinamarca, que tinham a posse da bola. Porém, por volta dos 30 minutos, a Austrália conseguiu equilibrar o confronto e trocar passes no campo de ataque, para assim trabalhar suas jogadas. Dessa forma, chegou ao seu gol aos 39 minutos, em um pênalti marcado com a interferência do árbitro de vídeo.

No restante do jogo, na segunda etapa, o time australiano continuou buscando o gol e criando oportunidades, mas não balançou a rede adversária. Com isso, a partida terminou empatada em 1 a 1. Para a última rodada da fase de grupos, a Austrália precisa vencer o já eliminado Peru e torcer para a Dinamarca perder para a já classificada França. Pelo lado dinamarquês, o time precisa apenas de um empate com os franceses para avançar às oitavas de final.

 

Grupo C – França x Peru

Em Ecaterimburgo, a seleção francesa sofreu para vencer o Peru. No início da partida, por conta de uma derrota para a Dinamarca, o time peruano precisava somar pontos contra a França e por isso entrou em campo dominante, criando diversas jogadas de ataque. Os franceses não conseguiram jogar nos quinze primeiros minutos. Depois disso, eles equilibraram o jogo, quebraram a intensidade peruana e criaram as melhores chances de gol, com chutes de Griezmann, Pogba e uma cabeçada de Varane.

Mbappé vibra com gol marcado

Os ataques mais poderosos da França eram feitos em velocidade. No entanto, o gol saiu após uma roubada de bola do Pogba, que acabou na finalização de Mbappé aos 34 minutos. A partir desse momento, a equipe foi superior até o final do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Peru, precisando marcar um gol para se manter vivo no torneio, retomou a intensidade do início do confronto. Farfán entrou para ajudar o ataque do time, que foi dominante no segundo tempo inteiro. A França caiu muito de produção e só assistiu ao Peru jogar futebol. Contudo, os peruanos não conseguiram balançar a rede. Assim como no jogo contra a Dinamarca, embora tenha sido superior dentro de campo e não tenha merecido perder, o Peru não foi objetivo e acabou eliminado da Copa do Mundo. A França, por outro lado, se classificou para a próxima fase.

 

Grupo D – Argentina x Croácia

Após empatar com a Islândia na primeira rodada, a Argentina entrou em campo hoje com a pressão de sair vitoriosa para se acomodar no grupo.

Porém, o time não soube lidar com a necessidade de obter um resultado positivo. A Croácia, desde o início do jogo, se mostrou mais organizada. A boa exploração dos espaços e buracos do lado direito da defesa argentina proporcionaram boas oportunidades de gol aos croatas no primeiro tempo. Por outro lado, a Argentina mostrou muita desorganização, principalmente com as laterais muito expostas e o Messi muito apagado no jogo.

Modric celebra segundo gol da equipe

No segundo tempo, aos oito minutos, o goleiro Caballero falhou feio e entregou o gol ao Rebic. Com isso, os argentinos precisavam ainda mais de um gol, e se lançaram ao ataque. Coube então, à Croácia, explorar o contra-ataque. Dessa maneira, os croatas fizeram mais dois gols, com um belo chute de Modric e uma jogada bem trabalhada na defesa argentina totalmente aberta, com a finalização de Rakitic.

Se quiser avançar à próxima fase, a Argentina precisará de uma combinação de resultados para que Islândia e Nigéria não cheguem aos 5 pontos, dado que a Argentina pode chegar, no máximo, a 4 pontos, e mesmo assim precisaria ter um bom saldo de gols. A Croácia, por outro lado, se classificou às oitavas de final.

 

Na opinião de Gabriel Sabatini, aluno da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a Argentina jogou muito mal e o Messi ficou sumido hoje. “A defesa do time é muito ruim e o técnico, Sampaoli, não escalou bem o time. Ele tirou o Di María e colocou o Dybala apenas no fim do jogo. Desse jeito eu acho que ela não se classifica”, diz.

No que diz respeito à França, Gabriel pensa que o time melhorou em relação ao primeiro jogo, mas não jogou tudo que pode ainda. “A tendência é evoluir cada vez mais e a equipe vem forte para o mata-mata”, afirma.

Confira o resumo do dia 12, 345, 6 e 7 do mundial.

Palmeirense apaixonado por esportes. É o melhor entretenimento do mundo!