Rússia 2018: Dia 15

No décimo quinto dia do Mundial da Rússia, a eliminada Polônia derrotou o Japão por 1 a 0, a Colômbia garantiu a liderança do grupo H em jogo contra o Senegal, a Bélgica bateu a Inglaterra por 1 a 0 e a Tunísia ganhou do Panamá por 2×1.

 

Grupo H – Senegal 0x1 Colômbia

Disputada em Samara, a partida era importante para os dois times, que ainda brigavam por classificação à próxima fase. No primeiro tempo, a seleção senegalesa foi superior dentro de campo, mas pecava no último passe para finalizar a gol. O árbitro, com o auxílio do vídeo, anulou um pênalti marcado para os africanos, que realmente havia sido mal marcado. A Colômbia, por outro lado, não conseguiu criar boas chances de gol e perdeu seu craque, James Rodríguez, aos 30 minutos.

No segundo tempo, por conta da vitória parcial da Polônia sobre o Japão, Senegal diminuiu seu volume de jogo e sofreu as consequências. Aos 29 minutos, Mina, ex-zagueiro do Palmeiras, cabeceou para o fundo da rede e colocou os colombianos em vantagem. Assim, a equipe senegalesa voltou a atacar, pois, com a derrota, estava sendo eliminada. Contudo, não achou seu gol e foi eliminada do mundial.

A Colômbia volta a campo na terça-feira, em Moscou, para enfrentar a Inglaterra nas oitavas de final.

Grupo H – Polônia 1×0 Japão

Em jogo morno, a  já eliminada Polônia venceu a seleção japonesa hoje por 1 a 0 em Volvogrado. Mesmo derrotado, o Japão se classificou para as oitavas de final, graças a vitória da Colômbia em cima do Senegal. Assim, o grupo H fechou com a liderança colombiana, seguida por Japão, Senegal e Polônia. Os africanos não se classificaram devido aos cartões amarelos.

Mesmo sem a pressão da classificação, a Polônia foi muito superior ao Japão durante o primeiro tempo da partida. Quem se destacou na seleção japonesa foi goleiro Kawashima que fez grandes defesas, principalmente uma forte cabeçada de Grosicki.

Os japoneses estavam nitidamente nervosos, já que dependiam do resultado do jogo entre Colômbia e Senegal que estava acontecendo simultâneamente. Assim, a seleção da Polônia estava com total liberdade dentro da área e, aos 3 do segundo tempo, Bednarek abriu o placar com chute de primeira após cobrança de falta de Kurzawa.

Após a notícia do gol colombiano, crucial para classificação japonesa, a seleção do Japão só se preocupou em segurar o resultado. Tocaram a bola para os lados para o tempo passar e, mesmo classificados, saíram do estádio vaiados pelos torcedores.

 

Grupo G – Bélgica 1×0 Inglaterra

 

Em confronto direto entre Bélgica e Inglaterra pela liderança do grupo G, os belgas bateram os ingleses pelo placar de 1 a 0 em Kaliningrado e garantiram o primeiro lugar. Ambas as seleções, já classificadas para as oitavas, jogaram com time reserva.

A partida começou animada, já que muitos dos jogadores em campo estavam tendo a oportunidade de jogar no Mundial pela primeira vez. Os ingleses pareciam mais centrados em campo, porém a grande chance do primeiro tempo foram dos belgas. Em falha da zaga da Inglaterra, Gary Cahill tirou a bola em cima da linha, evitando o gol da Bélgica. Entretanto, a partir dos 20 minutos do primeiro tempo, já que a vaga de ambas seleções estava garantida, os times esfriaram e até foram vaiados pelos torcedores que estavam afim de ver um futebol disputado.

Após as vaias, as equipes voltaram com mais vontade de futebol na segunda etapa. Aos 5 minutos, Januzaj balançou as redes com um golaço. Recebeu na direita, puxou para o meio chutou de canhota para o fundo do gol. Os ingleses partiram para cima afim do empate, Rashford perdeu uma chance incrível aos 20. Entretanto, a Bélgica chegou com mais perigo ao gol dos ingleses.

Grupo G – Panamá 1×2 Tunísia

Em Saransk, Panamá e Tunísia fizeram apenas um jogo protocolar, considerando que ambos os times já estavam eliminados da competição. No entanto, não era um jogo tão protocolar assim. Os panamenhos estavam em busca de sua primeira vitória no mundial, enquanto os tunisianos queriam sua segunda vitória na história do torneio. A primeira havia sido em 1978, contra o México, quando venceu por 3 a 1.

A equipe da Tunísia foi superior no jogo, mas começou atrás do placar. Aos 33 minutos do primeiro tempo, em um chute desviado, o Panamá fez seu segundo gol em um mundial. Porém, aos 21 minutos do segundo tempo, a Tunísia já havia virado o jogo, com gols de Ben Youssef e Khazri.

Infelizmente o torneio acabou para os dois, mas eles podem sair de cabeça erguida. O Panamá por ter se classificado para seu primeiro mundial, e a Tunísia por ter vencido seu segundo jogo na história da competição.

 

Para mim, Nicole Kloeble, aluna da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o jogo mais surpreendente do dia foi entre Polônia e Japão. Os poloneses, mesmo eliminados, não abaixaram a cabeça e honraram a camisa. Já o Japão não conseguiu segurar o nervosismo e, claramente, estava contando mais com a sorte do resultado do jogo da Colômbia do que com o próprio futebol.

Confira o resumo do dia 12, 345, 6 e 7 , 8 , 910, 1112 , 13 e 14 do Mundial.

Texto por Nicole Kloeble e Gustavo Iglesias