Rússia 2018: Dia 13

Neste décimo terceiro dia de torneio na Rússia, a Argentina se classificou às oitavas de final no sufoco, ao vencer o jogo contra a Nigéria por 2 a 1 com gol decisivo aos 41 minutos do segundo tempo. Além deste jogo, a Croácia venceu a Islândia por 2 a 1, França e Dinamarca proporcionaram o primeiro 0 a 0 da competição, e o Peru venceu a Austrália por 2 a 0.

 

Por Gustavo Iglesias e Nicole Kloeble

Grupo C – Dinamarca x França

Dinamarca e França se enfrentaram em Moscou, pela terceira rodada da fase de grupos. Jogando apenas por um empate para se classificar às oitavas de final, os dinamarqueses entraram com a proposta de se defender e explorar o contra-ataque.

Disputa aérea entre jogadores franceses e dinamarqueses

Por outro lado, a equipe francesa entrou com um time misto, poupando alguns titulares. Com a posse da bola, eles tentavam penetrar na defesa adversária, mas sem muita objetividade. O baixo desempenho de Lemar e Dembelé influenciou na atuação do time como um todo, que já estava sem seu principal armador, Pogba, e não conseguia criar boas jogadas.

No segundo tempo, por conta da vitória parcial do Peru sobre a Austrália, a Dinamarca poderia até perder seu jogo que já estaria na próxima fase. Por isso, o time se soltou dentro de campo e procurou atacar mais. No entanto, ninguém balançou a rede e ocorreu, então, o primeiro 0 a 0 do torneio.

A França joga contra a Argentina nas oitavas de final, no sábado. A Dinamarca enfrenta a Croácia no domingo.

 

Grupo C – Peru x Austrália

A primeira vitória da equipe peruana veio hoje, em Sochi, contra os australianos. A já eliminada seleção do Peru, se despediu da Copa com a Austrália, que precisava da vitória para se manter viva na competição.

Diferentemente dos últimos jogos, o Peru mostrou eficiência e bom futebol e garantiu uma vitória na Copa com gols de André Carrilo e Paolo Guerrero. Apesar do adeus à competição, os peruanos saíram comemorando muito a vitória, que não vinha em um Mundial há 40 anos, desde 1978, quando ganhou do Irã por 4×1.

Nos primeiros minutos de jogo a Austrália foi para cima e dominou a partida, mas não levou perigo ao gol peruano. Aos 18 minutos da primeira etapa, Guerrero recebeu belo lançamento no ataque, protegeu e virou para Carillo pegar de primeira e marcar um golaço.

Jogadores peruanos após a vitória

A Austrália voltou do intervalo mais agressiva, porém os peruanos balançaram as redes mais uma vez. Trauco tabelou com Cueva, o camisa 9 invadiu a área, cortou para o meio e a bola sobrou para Guerrero marcar seu primeiro nesse Mundial.

Apesar da eliminação ainda na segunda rodada da fase de grupos, os peruanos saíram contentes pelo futebol apresentado. A tristeza da despedida não diminuiu a luta nas três partidas. Em um saldo geral, Peru e Austrália foram as equipes que mostraram o melhor futebol do grupo.

Grupo D – Nigéria x Argentina

Em jogo dramático, Argentina bate Nigéria e garante vaga nas oitavas de final em São Petersburgo. A equipe africana por muito pouco não eliminou os argentinos que precisavam da vitória de qualquer jeito.

A Argentina entrou em campo motivada a ganhar, marcou na única chance que teve. Aos 13 minutos do primeiro tempo, Messi recebeu ótimo lançamento de Banega e, com a perna direita, abriu o placar. Diferentemente dos últimos jogos da Argentina em que Messi não apresentou bom futebol, o camisa 10 quase marcou novamente com uma bela cobrança de falta que acabou explodindo na trave da Nigéria.

Rojo comemora gol salvador

Logo no início do segundo tempo, Mascherano fez pênalti em Balogun e Moses empatou a partida. Os nigerianos tinham a vantagem do empate, o que provocou o desespero argentino. A Argentina se lançou ao ataque com as entradas de Dybala e Aguero.

Aos 41 do segundo tempo, Rojo, virou o jogo para os argentinos. Simultâneamente, a Croácia batia a Islândia e garantia assim o primeiro lugar do grupo D. A Argentina não só precisava eliminar a Nigéria, mas dependia também da vitória da equipe croata.

O grupo D fechou a fase de grupos com Argentina e Croácia garantidas nas oitavas de final. O time argentino jogará no próximo sábado, já pelas oitavas, contra a França às 11h da manhã no horário de Brasília.  A Croácia enfrenta a Dinamarca no próximo domingo, às 15h.

Grupo D – Islândia x Croácia

Islândia e Croácia duelaram em Rostov. Já classificada, a equipe croata entrou com um time misto, para poupar alguns jogadores importantes. O time começou a partida melhor, mas foi a Islândia que criou as melhores chances no primeiro tempo, com chutes de Gunnarsson, Finnbogason e Bjarnason.

Na segunda etapa, os croatas voltaram melhor e logo assustaram os islandeses, com uma bola na trave de Badelj. Depois, o atacante ainda viria a fazer o primeiro gol da partida.

Croatas comemoram primeiro gol marcado

Perdendo por 1 a 0, a Islândia precisava vencer o jogo, e por isso se mandou ao ataque. A quinze minutos do fim, encontrou um pênalti, dessa vez convertido por Sigurosson. No entanto, na busca pelo segundo gol, os islandeses não focaram muito na defesa e acabaram levando o segundo gol croata, marcado por Perisic.

A Croácia, com a primeira colocação do grupo, enfrenta a Dinamarca, no domingo. A Islândia volta para casa mais cedo, após sua primeira participação em um mundial.

 

 

Para mim, Gustavo Iglesias, aluno da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a Argentina cresce depois de se garantir nas oitavas de final e é sim uma ameaça à França. O mundial ganha muito com a permanência dos argentinos. Por outro lado, como a Croácia acabou com o primeiro lugar do grupo, o time possui seu caminho às quartas de final facilitado, dado que enfrentará a Dinamarca, que está, na minha opinião, um patamar técnico abaixo.

Confira o resumo do dia 12, 345, 6 e 7 , 8 , 910, 11 e 12 do Mundial.

Palmeirense apaixonado por esportes. É o melhor entretenimento do mundo!