Rússia 2018: Dia 11

O décimo primeiro dia do mundial na Rússia foi marcado pelos jogos entre: Inglaterra 6×1 Panamá, Japão 2×2 Senegal e Colômbia 3×0 Polônia.

 

Inglaterra 6×1 Panamá

A Inglaterra goleou o Panamá no primeiro jogo do décimo primeiro dia do Mundial em Nizhniy Novgorod. O nome da partida foi o artilheiro inglês Kane, que balançou a rede três vezes, Stones marcou dois e Lingard um.  O zagueiro Baloy, que já atuou no Grêmio e no Atlético Paranaense, conseguiu descontar para o Panamá.

O placar elástico confirma o que foi visto em campo, a equipe inglesa foi superior tecnicamente e fisicamente à panamenha durante todo o jogo. O primeiro gol inglês saiu aos 8 minutos do primeiro tempo, Stones aproveitou a cobrança de escanteio e abriu o placar. Aos 21, Harry Kane marcou de pênalti após Lingard ser derrubado na área. O terceiro, Lingard recebeu perto da área e acertou um chute perfeito, sem chances de defesa. Aos 39 minutos, ainda do primeiro tempo, Stones marcou o quarto gol em um rebote após uma boa defesa do goleiro Penedo. Aos 45 minutos, mais um pênalti foi marcado em uma falta no Stones e Kane marcou o quinto da partida. A primeira etapa terminou 5×0 para Inglaterra. Sem querer, aos 16 minutos do segundo tempo, Kane marcou o sexto após um chutão de Loftus-Cheek. A bola desviou no artilheiro inglês e foi parar no fundo do gol de Penedo. Aos 20, veio a grande chance do Panamá de fazer seu primeiro gol em uma Copa do Mundo com Murillo, que recebeu na área em velocidade e tentou tocar por cima de Pickford, mas o goleiro conseguiu defender.

Quem entrou para história do futebol panamenho ao fazer o primeiro gol do país em uma Copa foi Baloy, aos 32 minutos, o zagueiro aproveitou a falta cobrada dentro da área inglesa e conseguiu tocar para o gol. As arquibancadas viraram uma festa panamenha, parecia o gol da vitória. Com esse resultado, a Inglaterra e a Bélgica garantiram suas vagas à próxima etapa da Copa do Mundo.

 

Japão 2×2 Senegal 

O segundo jogo do dia, entre Japão e Senegal, aconteceu em Ecaterimburgo, ao meio dia no horário de Brasília. Assim como no jogo entre Inglaterra e Panamá, o resultado final da partida entre Japão e Senegal, 2×2, mostra o que foi visto em campo, um duelo bastante equilibrado e disputado.

A equipe do Senegal começou o jogo com mais garra e logo surpreendeu os japoneses. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Sadio Mané abriu o placar. Aos 33, o Japão empatou o placar com Nagatomo que aproveitou um dos inúmeros lançamentos da defesa.

O Japão voltou para o segundo tempo com mais motivação, porém quem virou a partida foi o Senegal com um belo chute de Wague. Aos 34, novamente os japoneses igualaram o placar. Honda escorou a bola para o gol de Ndiaye, que deixou o gol aberto para finalização do time japonês. Com esse empate, Japão e Senegal dividem a liderança do Grupo H.

 

Colômbia 3×0 Polônia

O último jogo do dia resultou na eliminação da Polônia da Copa. Na Arena Kazan, a Colômbia dominou amplamente a partida e se redimiu com a torcida em jogo com três gols, de Yerri Mina, Falcao García e Cuadrado. Além de duas excelentes assistências de James Rodríguez, eleito o melhor da partida pela FIFA.

Disputando a permanência na Copa, ambas as equipes mostraram muita garra e nervosismo nos primeiros minutos de jogo. Só nos primeiros 10 minutos, foram cinco faltas marcadas. O jogo foi intenso, principalmente pela forte marcação polonesa que evitava dar espaços aos colombianos.

Após alguns minutos de forte marcação da Polônia, os colombianos  se recuperaram. Ao longo do primeiro tempo a Colômbia teve algumas chances de gol e quem balançou a rede, no final da primeira etapa, foi Yerri Mina. O ex palmeirense recebeu um cruzamento de James e, com seu 1,95 de altura, pulou mais alto que toda defesa polonesa e conseguiu abrir o placar.

A intensidade colombiana se manteve na segunda etapa da partida e, aos 23 minutos, Falcao ampliou com assistência de Quintero. Seis minutos depois, Juan Cuadrado recebeu passe certeiro de James Rodríguez e saiu livre para colocar no canto direito do goleiro Szczesny.

Para Rafaela Rossi, aluna de jornalismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o resultado mais surpreendente do dia foi a goleada inglesa em cima dos panamenhos, “já era esperado que a Inglaterra se daria melhor nesse jogo porque é superior em qualidade técnica, mas não imaginava a goleada, já que no jogo contra a Tunísia, os ingleses não apresentaram um bom futebol”.

 

Confira o resumo do dia 12, 345, 6 e 7 , 8 , 9 e 10 do Mundial.