Rosana Schwartz

Perfil de: Rosana Schwartz

“Eu sempre fui feminista. “

Quase uma vida inteira dedicada ao engajamento em movimentos sociais, principalmente àqueles ligados às mulheres e a todo o preconceito que a elas rondam.

Muito além de uma professora, Rosana Schwartz também é uma ávida pesquisadora e ativista social, especialmente quando se trata de feminismo. “O que me deixava indignada era a situação dos pobres, das pessoas mais carentes, e a situação das mulheres. Então, isso se tornou um tema de inquietação na minha mente, que eu fui buscar durante toda a minha graduação e continuo buscando. “

A lista de feitos de Rosana é simplesmente enorme, e começa desde a sua época de faculdade: greves, invasões de reitorias, ocupação de espaços, vários atos, a famosa “prainha da PUC”; atos de contestação do regime que existia na época, no caso, o ano de 1986.

Embora não se considere, hoje Rosana é vista como uma referência quando o assunto é movimentos sociais e feminismo, tendo sido convidada para integrar um grupo de pesquisas sobre gênero e a debater essas questões em patamares maiores. “Não só com relação à Organização das Nações Unidas, Comissão de Relatoria, mas dentro também da própria Secretaria da Mulher, Secretaria Municipal, porque eu acho assim, você ser apenas intelectual não serve; você tem que ser intelectual e militante. ”  

 

Escrito por: Larissa Sugiyama

Foto por: Larissa Sugiyama