Férias: Rolês que você pode dar em São Paulo com pouca grana

Finalmente as férias chegaram… e a cota do Passe Livre ou a meia passagem de estudante estão acabando. Seus amigos foram viajar e você está sem grana, já pensando que sua maior aventura nos próximos dois meses será encontrar alguma barraquinha de açaí barato no seu bairro. E agora, José?

 

Você pode substituir os food trucks gourmet pelo dogão daquele cara que está sempre na praça e que ninguém sabe o nome, por exemplo. É quase a mesma coisa. Mas tem várias outras coisas na cidade que você provavelmente ainda não foi conhecer pessoalmente e pode muito bem aproveitar a oportunidade para conferir.

Trilha do Núcleo Pedra Grande no Parque da Cantareira. Foto: Victor Melo
Trilha do Núcleo Pedra Grande no Parque da Cantareira. Foto: Victor Melo

Para quem gosta de curtir as coisas que a natureza dá pra gente

O Parque da Cantareira conta com quatro núcleos em plena Mata Atlântica, sendo a entrada de dois deles localizadas na cidade de São Paulo. Um é o Núcleo Pedra Grande, que fica no Horto Florestal. Uma de suas trilhas leva a uma vista panorâmica do município. Já o outro, chamado Núcleo do Engordador, é atraente principalmente por causa da sua Trilha da Cachoeira.

Vista do Pico do Jaraguá. Foto: Ana Paula Hirama
Vista do Pico do Jaraguá. Foto: Ana Paula Hirama

 

Outros lugares onde dá para ter uma vista extraordinária são a Praça do Pôr do Sol, próximo ao metrô Faria Lima, bem frequentada pelos parças aos finais de semana e o Pico do Jaraguá, na zona norte. Além de ser o ponto mais alto da cidade de São Paulo, ele possui montanhas que chegam a ultrapassar os mil metros de altitude.

 

Além deles, tem ainda o Jardim Botânico, no bairro da Água Funda na zona sul, para quem não faz tanta questão de ver tudo do alto. O lugar é bastante tranquilo, contando com algumas estufas e inclusive a nascente do rio Ipiranga.

 

Jardim Botânico de São Paulo. Foto: Calos Varela
Jardim Botânico de São Paulo. Foto: Calos Varela

Lugares que estão logo ali e você sempre deixa para ir depois

E que tal finalmente ir à Casa das Rosas, ali na avenida Paulista, que você sempre teve curiosidade de conhecer? Ninguém morde os visitantes quando eles entram e o lugar é repleto de eventos sobre literatura.

 

O Catavento Cultural, aquele palácio ao lado do terminal Parque Dom Pedro, é outra opção. Ele apresenta diversas atividades e exposições interativas de variadas áreas das ciências, como engenharia, geologia, etc.

 

E você sabia que a todo momento aparecem peças bem baratas ou a custo de “pague quanto puder” nos teatros ao redor da praça Roosevelt? Tem o Espaço Parlapatões, a SP Escola de Teatro, o Espaço dos Satyros… essas férias podem ser uma ótima oportunidade para conhecê-los.

Edifício Martinelli. Foto: Andreia Reis
Edifício Martinelli. Foto: Andreia Reis

 

Fora todos esses lugares, há ainda o Edifício Martinelli. Com mais de cem metros de altura, o prédio ao lado do metrô São Bento já foi o maior arranha-céu da América Latina e em seu terraço ainda fica o que antes era a casa de seu criador.

 

Alguns dos lugares citados neste post são gratuitos e outros têm um custo de entrada bastante popular. Sugerimos que os horários e valores sejam conferidos nos respectivos sites.