Pós-luta UFC Portland

No UFC Fight Night 96: Lineker vs. Dodson, em Portland, seis brasileiros entraram no octógono mais famoso do mundo. O Brasil saiu de Oregon com um saldo positivo, cinco vitórias e apenas uma derrota. Com isso nossos gladiadores subiram nas respectivas categorias. Podemos inclusive esperar uma possível disputa de cinturão. Confira qual deve ser o próximo passo de cada brasileiro.

Ketlen Vieira

UFC Portland
Ketlen Vieira aplicando cruzado em Faszholz (Foto por Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Na primeira luta da noite a brasileira Ketlen Vieira, invicta com um cartel de 6-0, estreou com o pé direito no UFC. Venceu Kelly Faszholz em uma luta equilibrada por decisão dívida chegando a 7-0. A brasileira pediu para enfrentar Lauren Murphy, que também venceu a Kelly. Lauren vem de derrota para a top 14 Katly Chookagian, em julho deste ano. Sem luta marcada, Murphy x Vieira é uma luta muito possível. Inclusive pode acontecer ainda este ano.

Elizeu Zaleski

O segundo brasileiro a lutar foi Elizeu Zaleski. Venceu Keita Nakamura por decisão unânime. Embalou a segunda vitória seguida na organização. Após a luta Zaleski disse querer ser “o cara” e já pensa em top 15. É difícil prever o que irá acontecer com o “Capoeira”. Matt Brown, 15° no ranking da categoria parece meio distante. Porém as duas derrotas consecutivas do americano podem tornar essa luta possível. Podemos pensar também em uma luta contra Zak Ottow. Americano que derrotou o conterrâneo Joshua Burkman neste sábado.

Hacran Dias

A única derrota brasileira foi de Hacran Dias. Lutador da Nova União perdeu para André Fili, da rival Team Alpha Male. Dias fez uma luta abaixo do esperado. Teve bons momentos, mas não o suficiente para sair com a vitória. 12° do peso pena, não bateu o peso nessa luta e saiu com a derrota. Deve cair alguns degraus na categoria, podendo inclusive sair da lista de 15 lutadores rankeados. Uma luta contra o também brasileiro Godofredo “Pepey” pode ser uma opção. Pepey busca seu espaço na categoria, venceu Mike De La Torre na sua última luta. Quando enfrentou André Fili, saiu com a vitória. Essa luta poderia decidir qual lutador ficaria entre os 15 melhores.

PORTLAND, OR - OCTOBER 01: (R-L) Henrique da Silva of Brazil attempts to submit Joachim Christensen of Denmark by armbar in their light heavyweight bout during the UFC Fight Night event at the Moda Center on October 1, 2016 in Portland, Oregon. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Frankenstein aplicando chave da vitória (Foto por Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Luis Henrique “Frankenstein”

Na última luta do card preliminar Luis Henrique “Frankenstein” manteve sua invencibilidade contra Joachim Christensen. Enfrentar um rankeado talvez seja cedo demais. Mas uma luta contra Jan Blachowicz parece certo. O polonês perdeu para Alexander Gustaffson, em Setembro. Apesar de difícil, uma luta contra o 15° Gian Villante não é impossível. Villante vem de derrota Ilir Latifi. Frankenstein pode ser uma bom adversário para o americano.

Alex “Cowboy”

UFC Portland
Herb Dean levanta o braço do vencedor Cowboy (Foto por Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Na penúltima luta da noite Alex “Cowboy” enfrentou o americano Will Brooks. Brooks era franco favorito nesse combate. Os lutadores se estranharam logo na pesagem. Após o norte-americano provocar e criticar Cowboy por não bater o peso. Em uma luta muito parelha, o brasileiro conseguiu vantagem ao fraturar uma costela de Brooks durante o primeiro round. Mas só conseguiu a vitória por nocaute técnico no último round. Após anunciar que irá subir para os meio-médios. Rick Story seria o adversário certo. O americano vem de derrota para Donald Cerrone, que já venceu Alex “Cowboy”. Outro possível rankeado seria Tarec Saffiedine. O belga inclusive vem de derrota para Rick Story. Uma opção que poderia alavancar Cowboy caso consiga a vitória seria Neil Magny. Das opções, o melhor rankeado. 9° colocado perdeu sua última luta para Lorenz Larkin e poderia fazer um excelente combate contra o brasileiro.

 

John Lineker

PORTLAND, OR - OCTOBER 01: (R-L) John Lineker of Brazil punches John Dodson in their bantamweight bout during the UFC Fight Night event at the Moda Center on October 1, 2016 in Portland, Oregon. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
John Lineker aplicando direto em Dodson (Foto por Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

No evento principal da noite. John Lineker enfrentou John Dodson. O americano lutou os cinco rounds na base do contra-golpe, mas a postura ativa de Lineker foi quem saiu com a vitória por decisão dividida. Lineker desafiou o campeão Dominick Cruz. Há chances reais desta luta acontecer. Apesar de Raphael Assunção e TJ Dillashaw estarem na frente no ranking, Dillashaw perdeu para Cruz. Assunção vem de derrota para Dillashaw. Com a categoria embolada o title shot pode ficar com Lineker. Porém, há quem diga que o brasileiro precisará enfrentar mais alguém, antes de pegar Cruz. Como disse o praticante de Jiu-jitsu e aluno de jornalismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Arthur Gabor, 20 anos. Gabor acredita que Urijah Faber seja o provável adversário.