Pós-graduação internacional

 

Boa tarde mackenzistas! A editoria internacional traz informações e curiosidades sobre o exterior, e hoje o assunto é pós-graduação.

O estudante possui duas alternativas ao escolher uma pós: estudar em uma universidade paga assim que juntar o dinheiro, ou tentar um programa de bolsa de estudos financiada pelo governo ou a própria instituição.

Preço

Há altos custos envolvidos na hora de custear a sua pós-graduação no exterior, como a moradia, transporte, alimentação, além do curso e taxas anuais. Os Estados Unidos e o Reino Unido, apresentaram maiores custos universitários, valores que variam entre 11 mil e 40 mil dólares por ano.

Algumas universidades oferecem financiamento em até 20 anos, porém isso depende da qualidade e capacidade financeira do aluno, caso o estudante seja desejado pela instituição por seu talento, há mais chances de conseguir bolsas e financiamentos.

Bolsas de estudos

Nos países cujo ensino público superior é gratuito como Alemanha, Suécia, Finlândia, França, Noruega e Eslovênia, você pode cursar uma pós custeando apenas seus gastos com transporte, moradia e alimentação, arrumar um trabalho nesses casos é uma boa opção, mas não é certeza que será o suficiente para se sustentar no país, por isso sempre tenha uma economia reserva.

Diversas instituições internacionais e nacionais oferecem bolsas de estudos de pós-graduação no exterior, e o número só aumenta com os programas do governo, como o ciências sem fronteiras

Há Fundações como a Lemman, e a Fundação Estudar que também oferecem bolsas de estudo para pós-graduação.

Se mesmo assim, ainda estiver pesando no bolso, você pode tentar ingressar em uma pós em alguma universidade da América do Sul, onde o custo de vida é mais econômico e ainda pode treinar o seu espanhol.

O governo colombiano, oferece bolsas em mais de 1000 cursos, além de cobrir os gastos com mensalidades, materiais escolares e seguro de saúde e incluir uma ajuda de custo mensal no valor de de três salários mínimos locais.

O que será necessário?

Para que o aluno consiga acompanhar as aulas, é necessário um exame de proficiência, para os países com a língua inglesa, é exigido o TOEFL, IELTS, ou TOIEC. Mais informações sobre estes exames clique aqui.

Para os países de destino com a língua espanhola, será necessário o exame DELE. Saiba mais sobre esse exame clicando aqui.

 

Gostou da ideia? você pode se informar mais na STB, no campus Higienopólis, e no próprio COI do Mackenzie.

Nataly Yumi Arakaki
Paranaense, porém paulistana de coração. Amante de livros. Comércio exterior. Apaixonada pelo mundo, e fanática por café.