Por que o futebol é o esporte mais popular do mundo?

O futebol é o esporte mais popular do planeta. A Copa do Mundo FIFA é o torneio coletivo mais assistido do mundo e uns dos mais comentados na internet nos anos em que ele ocorre. Afinal de contas, você sabe o motivo da popularidade do esporte?

O futebol possui sua origem na Inglaterra, por volta de 1863, quando foi fundada a primeira associação do mundo, a Football Association. No entanto, as primeiras manifestações do esporte são anteriores ao século XIX. Na China, entre 3000 e 2500 a.C, as pessoas já tinham um jogo semelhante. Na Grécia Antiga e em Roma, os jogos com bola preparavam os soldados para a guerra. Contudo, as regras do futebol não eram universais.

A Football Association criou, então, regras oficiais do esporte em meio a reuniões com os clubes da época. No regulamento, correr com a bola na mão e obstruir a corrida de um jogador não eram permitidos. Assim, Blackheath e outras equipes não se uniram à associação e fundaram, em 1871, uma entidade reguladora de outro esporte: o rugby.

Com o passar dos anos, as regras oficiais do futebol foram difundidas ao redor do mundo. No Brasil, a principal versão de introdução se dá através de Charles Miller, filho de pai escocês e mãe brasileira, que se tornou fã do esporte em uma viagem à Inglaterra para estudar e trouxe duas bolas na mala em seu retorno ao Brasil.

Fundação da FIFA, 21 de maio de 1904

Posteriormente, com o desenvolvimento do jogo, foi criada a Federação Internacional das Associações de Futebol (FIFA), no dia 21 de maio de 1904. Sete países se reuniram com o sonho de fazer um torneio aberto de futebol entre países. Em 1905, mais cinco países aderiram à entidade, entre eles a Inglaterra. No mesmo ano, falou-se pela primeira vez em Copa do Mundo. Entretanto, a Primeira Guerra Mundial impossibilitou a realização da primeira edição da competição, que viria a ser disputada apenas em 1930, no Uruguai, com a ausência de diversos países europeus que não concordaram com o local de disputa.

A partir desse momento, o futebol começou a crescer cada vez mais, tanto com relação à prática quanto à torcida. Hoje em dia, ele é o esporte mais popular do mundo. A Copa do Mundo é o torneio coletivo mais assistido do planeta. Na última edição, em 2014, o torneio contou com cerca de 3,2 bilhões de espectadores, sendo 1 bilhão só na decisão. Mas afinal, o que provocou essa popularização exponencial?

Bom, a explicação técnica pode ser um pouco complexa. O objetivo do futebol é o gol, mas para isso é preciso conquistar o território adversário. De acordo com Antony Curti, em seu livro “Manual do Futebol Americano”, o futebol é algo intrínseco ao ser humano e faz parte da nossa essência enquanto espécie. Sua “especialização” começa a partir do momento em que ele deixa de ser um nômade para fixar território.

 

No entanto, para fixar território, muitas vezes é preciso tomá-lo de outro povo ou combater aqueles que possuem o mesmo objetivo, considerando que o ser humano é egoísta e deseja o bem apenas para sua tribo. A maneira encontrada para isso era a guerra, a violência, que são instintos de luta que ajudam as espécies a sobreviver e preservar sua cultura e identidade. Portanto, a guerra “está no sangue do homem” pela simples razão de que é o meio para obter sua sobrevivência e o futuro de seu povo e ideologia de vida. Quem aparecer no caminho e questionar seus métodos será guerreado.

No âmbito do futebol, o conflito é semelhante. De forma pacífica, os jogadores, que podem ser considerados os guerreiros, entram em campo para representar um clube e uma torcida, que podem ser interpretados como sua tribo.

Atualmente, no futebol profissional, os times não entram em campo para se divertir, mas sim para derrotar seus adversários e fazer a alegria de seu povo. Os jogadores são passageiros, eles mudam a todo instante, mas assim como em uma guerra, o objetivo maior é garantir a continuidade de uma nação. Para isso, o melhor método é vencer partidas e campeonatos, isto é, derrotar seus adversários.

Por outro lado, há também uma explicação passional para a popularidade do futebol. Para entender um pouco mais sobre isso, entrevistamos algumas pessoas para saber suas opiniões, entre elas alguns alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Segundo Gabriel Lencioni, Gustavo Gonçalves, Matheus Teles, Gustavo Traldi, Gabriel Pellegrine, João Guilherme Marcheti e João Marcelo Lopes, o futebol é muito mais do que 22 jogadores correndo atrás da bola. Ele é algo que aproxima família e amigos, é uma arte que proporciona discussões sadias em tom de igualdade entre as pessoas, independente da classe social de cada um, e por isso ele tem a capacidade de quebrar barreiras.

Para Caio Villela, Rafaela Rossi e Adriana Milani, o futebol está diretamente ligado à paixão das pessoas. Ele é um espetáculo que possui a capacidade de alegrar, entristecer, emocionar, despertar uma paixão inexplicável e reações inesperadas nos torcedores.

Na opinião de Enrico Bertagnoli e Santiago Gonçalves, o futebol é emocionante porque é imprevisível. Nem sempre o melhor time vence. Cada jogo é um jogo.

De acordo com Paulo Henrique Bernardes, João Lucca e Gabriel Magnani, a identificação com um time, interação com outros torcedores e a rivalidade construída tornam o esporte atraente.

Além disso, Guilherme Iglesias considera o futebol uma válvula de escape para seus sentimentos e problemas, em que é possível descontar sua raiva e sentir alegria.

Por fim, João Victor Minicelli considera o esporte uma mistura de emoções dos torcedores. Quando perguntado sobre a violência presente em alguns jogos, João considera o fanatismo extremo como a causa do problema. Porém, ele acredita não ser culpa do esporte, tanto que também ocorre na política e na religião.

Na minha opinião, a questão da violência no esporte é compreensível, embora eu não concorde. Em tempos de crise política e financeira no país, as pessoas encontram no futebol uma forma de extravasar seus problemas e sentimentos. Assim como em uma guerra, se o guerreiro que representa seu povo é derrotado, há um descontentamento popular. Contudo, existem algumas maneiras de contornar a situação e demonstrar sua insatisfação sem gerar violência.

Para saber sobre as seleções classificadas para a Copa do Mundo deste ano, confira o texto sobre Islândia e Croácia, Argentina e NigériaAustrália e DinamarcaFrança e Peru, Portugal e Irã, Espanha e Marrocos, Egito e Uruguai, Rússia e Arábia Saudita e Brasil aqui no site da Redação Virtual!

Palmeirense apaixonado por esportes. É o melhor entretenimento do mundo!