Oprah Winfrey: o poderoso discurso no Globo de Ouro

Texto: Rebecca Gomes

A prestigiada apresentadora e uma das mulheres mais influentes da TV estadunidense, Oprah Winfrey foi premiada na cerimonia do Globo de Ouro 2018 na categoria Cecil B. DeMille, por seu conjunto de obras no ramo do entretenimento.

O prêmio em questão é dedicado a todos os que se destacam por suas obras em geral no cinema. É um prêmio de grande prestígio e já consagrou grandes nomes como Morgan Freeman, Steve Spielberg, Barbara Streisand e Sophia Loren.

Ao ser anunciada por Reese Whiterspoon, Oprah subiu ao palco e fez o discurso mais poderoso do Globo de Ouro 2018. A atriz iniciou sua fala contando sobre sua história de infância ao ver o primeiro homem negro, Sidney Poitier, receber o mesmo prêmio em 1964. “Acho que nesse momento, em que sou a primeira mulher negra a receber esse prêmio, também há garotinhas como eu fui, assistindo em casa”, ela disse sendo aclamada pela plateia.

 

Ao abordar sobre a verdade, Oprah comenta que admira a imprensa atual. Na opinião da produtora, “(…) falar sua verdade é a ferramenta mais poderosa que todos nós temos”.

Winfrey é formada em comunicação e além de ter apresentado o conhecido The Oprah Winfrey Show – que foi ao ar por 25 anos, hoje é atriz e produtora e possui sua própria emissora, OWN – Oprah Winfrey Network.

Oprah, em uma entrevista no ano de 1988, revelou ter sido constantemente abusada em sua infância por primos e tios, e tratou do tema em seu discurso. Ela que se sente orgulhosa e inspirada por mulheres fortes que compartilharam suas histórias. Recentemente ela produziu filmes sobre o tema como os indicados ao Oscar, Preciosa: Uma História de Esperança e Selma: Uma Luta Pela Igualdade.

Ao final de sua fala, contou a história de Recy Taylor, uma mulher negra que ao voltar da igreja, em 1944, foi raptada e sofreu abuso por cinco homens brancos e foi deixada vendada na estrada.

Oprah demonstrou sua admiração a Recy que faleceu há 17 dias. Infelizmente, Recy não teve a justiça a seu favor e seus agressores nunca foram presos, mas Winfrey demonstrou esperança em todos os líderes, homens e mulheres que lutam pra que os dias de sofrimento cheguem ao fim.

Camila Oliveira

Paulistana de berço mas o coração é um pouco de cada lugar que passei. Sou uma mistura de momentos, experiências e tenho muita história para contar. “Life isn’t about waiting for the storm to pass. It’s about learning to dance in the rain”.