O tempo não para

O tempo insiste em passar. Quanto mais tentamos segura-lo mais ele parecer escorrer por dentre os dedos como areia. Estamos sempre correndo contra ele, corremos, corremos, mas nunca conseguimos vencê-lo. É como correr em uma esteira nunca seremos mais rápidos que ela.

E assim seguimos vivendo. Tentamos acordar mais cedo com o pensamento de que teremos mais tempo para fazer tudo. A tentativa falha assim que olhamos para o relógio e ele já bateu meio-dia o mesmo acontece se tentamos inverter o processo e ir dormir mais tarde, quando o primeiro bocejo vem já são uma da manhã.

O tempo não para. Assim dizia Cazuza, em uma frase simples ele explicou tudo. O tempo não para. Não para enquanto tentamos correr contra ele. Não para se o ignoramos passar. Não para nem mesmo quando paramos para olha-lo. Ele só segue adiante, ignora as atenções a ele dirigidas e os planos para ele designados. A única coisa que nos deixa são lembranças gravadas para sempre na memória. As boas e as ruins não é importante para o tempo somente o que achamos bom o ruim também foi vivido e merece ser lembrado.

Durante toda essa vida apressada se pudesse gritar o tempo gritaria: ESTOU AQUI! ME SINTA. No fim essa é a lição que quer nos passar precisamos senti-lo. Como podemos sentir algo que nem percebemos passar? Você deve se perguntar agora. A grande questão nunca foi tentar para o tempo ou correr contra ele a questão sempre foi vive-lo e senti-lo em momentos únicos. Assim vencemos o tempo. Assim o percebemos. Assim o aproveitamos. No sorriso inocente de uma criança, naquela sensação maravilhosa de provar uma comida nova e gostar, naquele beijo na pessoa amada ou no abraço de carinhoso de um amigo.

Precisamos aproveitar melhor o tempo. Não com as coisas que geralmente estamos fazendo quando desejamos que ele passe devagar e sim naquelas que fazemos naturalmente. Como uma mãe que grava na memória tudo de novo que seu filho pequeno aprende e lembra daquilo depois de anos. Com momentos inesquecíveis essa é a verdadeira maneira com que devemos aproveitar e marcar o tempo.

Já conferiu nosso post sobre como aprender italiano?

Foto:Henrique Pimentel