A volta para casa: O que fica depois do intercâmbio

 

A realização da oportunidade de conhecer e morar em outro país começa com o planejamento, a escolha do melhor destino e as economias. Durante o tão sonhado intercâmbio o foco torna-se as experiências, a cultura e o desejo de explorar o desconhecido. Mas, e depois? E depois que o sonho acaba, o avião decola e deixamos para trás amigos, histórias e momentos?

Morar seis meses ou até um ano em um país diferente é ter a chance de viver uma vida nova a cada canto e de ser quem quiser. É conhecer a realidade das fotos da internet, é fazer amigos de todos os lugares do mundo, é aprender uma língua com seus nativos. Ser intercambista é ser de tudo um pouco por um período de tempo. Mas, infelizmente, como tudo que é bom tem um final, também é chegada a hora de dizer adeus ao seu intercâmbio. A hora de apertar tudo na mala para tentar fechar, de comprar presentes pra família toda, de se despedir dos seus lugares favoritos e também a hora de chorar (e pode chorar muito viu).

O meu maior conforto é saber que nem tudo que dizemos adeus realmente acabou. E você também vai sentir isso no final do seu intercâmbio, acredite. Tudo que aconteceu, desde o dia da sua chegada, será sempre seu e nunca deixará de ser. Não é um adeus

pelo simples fato de você carregar tudo que aprendeu em cada ação, conversa e situação. Voltar do intercâmbio não deve ser visto como algo ruim e sim como uma chance de mostrar o quanto uma viagem pode ser a mudança necessária na vida de alguém. E deixo ainda um spoiler pra vocês, o melhor sentimento que você vai levar dessa experiência é a gratidão. Principalmente aquela gratidão de ter sido corajoso o suficiente para tomar a melhor decisão da sua vida.

Por isso, de mackenzista para mackenzista, vá. Não desista do sonho de conhecer e de viver uma cultura diferente. E mesmo que volte, mantenha o contato com os amigos do exterior, não perca o interesse pela língua aprendida e nunca deixe que o desejo de se aventurar adormeça. Não deixe que o seu intercâmbio seja resumido a fotos, mas sim a lembranças que tenham significado verdadeiro.

E se você, assim como eu, voltou de um intercâmbio recentemente, tudo que desejo é calma. Voltar a realidade não é fácil mas o futuro é algo muito incerto. Desafie-se e se atreva a sonhar de novo. E então, qual será seu próximo destino?

 

Texto: Camila Oliveira

Luiza Lorenzetti

Amante das artes e da dura poesia concreta das esquinas de Sampa. Apaixonada por Caetano e purê de batata. 1,50m de amor e vegetarianismo.

  • Rebecca Gomes

    Demaisss!!