O mal de sonhar

O sonho escraviza? Sim, este fenômeno de criação humana e origem divina desconhecida tem o poder de escravizar um homem. Assim que assimilamos esta terrível realidade diminuímos o risco  de nessa situação entrarmos. No entanto, normalmente quando descobrimos isso já é tarde.

O sonho escraviza. E a pessoa denominada sonhadora é a mais afetada. Ser sonhador é estar o tempo todo confabulando com os sonhos que são para ele ao mesmo tempo vassalo e suseranos. Eu bem sei disso, pois como o poeta português Fernando Pessoa eu tenho em mim todos os sonhos do mundo.

O sonho escraviza. Porém, ele depende do sonhador para existir. Assim como o império romano caiu após o fim da escravidão o sonho ruirá sem seus escravos. Há uma relação de dependência entre esses dois. Um não pode existir sem o outro. E a escravidão é intrínseca e é impossível escapar disso.

O sonho escraviza? Sim, ele o faz. Torna os seres humanos tão determinados e persistentes na realização de suas ideias que podem até mesmo serem levados a morte devido a essas idiossincrasias dominantes e opressoras. Os sonhos também enlouquece, história esta cheia desses “gênios” loucos.

Sonhar escraviza. É preciso precaução. “De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer, e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos.”, Fernando Pessoa.

 

Fotografia por Guilherme Rossi