O fim de uma era

Com muitas emoções, Game of Thrones encerra sua história. O último episódio foi ao ar ontem, dia 19 de maio, às 22h  em todas as plataformas de streaming da emissora HBO. A aclamada série, que emplaca números surpreendentes de audiência, se despede com 19,3 milhões de transmissões em tempo real.

(crédito:@gameofthronesoff)
                                             Daenerys Targaryen

Apesar de seu derradeiro fim, muitos fãs não estão satisfeitos com o desfecho da série. Eles alegam que o fim de alguns personagens ficaram desconexos, devido a quantidade de episódios. Existe até uma petição circulando pela internet, com mais de 1 milhão de assinaturas, pedindo que a última temporada seja refeita.

O professor de cinema da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Fernando Salinas, afirma que o final da série é coerente com a trajetória dos personagens. Ele diz que o fim não foi tão surpreendente, mas encerra a narrativa sem deixar pontas soltas. O professor aponta que é muito difícil se despedir de uma série que esteve presente durante tantos anos, abordando temáticas do imaginário popular, de maneira bem executada e estruturada.

(crédito:@LordSnow)
                                     Jon Snow

Sobre o desfecho dos personagens principais, Salinas diz que não havia outra saída para a mãe dos dragões, Daenerys Targaryen. Sobre o rei Bran Stark, “Era um dos personagens mais coerentes para sentar no trono”. Já Jon Snow teve um final plausível, porque “Ele não se encaixava naquele mundo, por isso o deixou”.

(crédito:@gameofthronesoff)
                          Bran Stark
 É triste dizer adeus para Game of Thrones, que trouxe tantas referências para a cultura pop. Ao longo de oito anos, a maior produção da HBO, vem conquistando e reunindo pessoas de diferentes partes do globo, em torno de uma temática única e bem produzida.

texto de: Guilherme Porrino