O bem da nutrição

Gabriela Moutran, de 25 anos, nasceu em Jundiaí-SP, se formou em Nutrição na Universidade Presbiteriana Mackenzie, no ano de 2015 e atualmente está fazendo Pós-graduação em Nutrição Esportiva e Qualidade de Vida.

Sua trajetória no Mackenzie começou a partir de indicações no seu círculo de amizades, ”Eu sempre quis fazer Nutrição, e na realidade comecei estudando em outra faculdade por um ano, porém, não estava gostando. Como havia amigos em comum aqui no Mackenzie, que sempre me falavam bem da Universidade, resolvi ir atrás e conhecer um pouco melhor, até que percebi que era muito bom e então resolvi ficar. Aqui havia ótimos professores e o campus, em geral, tinha uma infraestrutura muito boa”.

Ela nos conta que nunca teve dúvidas quanto ao curso,Eu sempre quis trabalhar com alguma coisa na área da saúde, e como a medicina não me interessava, comecei a pesquisar outras vertentes que me possibilitassem ajudar os outros.”, já a sua Pós-graduação foi uma decisão mais voltada para as oportunidades que apareceriam em sua carreira, “A escolha da minha Pós foi mais influenciada pela procura de mercado e pelo fato de que como eu quero trabalhar em um consultório, essa área do Esportivo e Qualidade de Vida acaba sendo mais buscada pela população em geral, não só por atletas”.

Atualmente, Gabriela está trabalhando em uma clínica de hemodiálise, porém, desde o início de sua carreira ela vem atuando na área da saúde, “Eu gosto muito de cuidar das pessoas, eu doo bastante da minha atenção a elas. Talvez esse seja o meu diferencial, porque muitas pessoas às vezes acabam não tendo essa sensibilidade”.

Ao nos contar que um de seus hobbies era justamente cozinhar, Gabriela explica que, para ela, a alimentação vai muito além da estética, além disso, nos conta um pouco sobre sua rotina alimentar, “Minha alimentação não é totalmente regrada, assim como muitos generalizam. Como sempre fui saudável, eu acabo comendo bem sim, mas quando tenho vontade de comer um hambúrguer ou um brigadeiro, por exemplo, eu como também; sem problemas. Eu acho que a alimentação tem que fazer bem tanto para o psicológico como para o corpo em si”.

Para finalizar, ela fala um pouco sobre suas realizações e desejos, “Acredito que ter me formado e conseguir um emprego direto da Universidade foi uma das minhas maiores conquistas. A profissão de Nutricionista ainda é bastante nova, mas vem crescendo cada vez mais, ela se expande não só para cozinha ou hospital, podemos trabalhar também em diversas áreas, como no Marketing e no campo industrial”. E apesar de tantas conquistas, Gabriela ainda sonha em investir ainda mais no seu futuro, “Eu pretendo estudar fora já faz algum tempo, fazer uma pós ou um curso. Eu só não fiz ainda porque me formei e logo em seguida fui contratada para meu trabalho atual, mas tenho planos de ficar lá por um tempo e depois ir atrás disso”.

Escrito por Mariana Almeida

Foto por Mariana Almeida