Mariana Rizzuto

Perfil de: Mariana Rizzuto

“Você precisa de determinação pra chegar aonde você quer. Eu sou uma pessoa muito determinada, às vezes até cabeça dura, mas quando acredito que estou fazendo o certo eu vou até o fim. Posso encontrar o desafio que for, eu vou fazer de tudo para vencê-lo.”

É com este forte pensamento que Mariana Rizzuto enfrenta as situações de seu cotidiano. Batalhando contra ela mesma, subiu ao palco pela primeira vez em 2009 para dançar Michael Jackson. Na época, seu desejo era apenas diminuir a timidez, mas acabou se tornando um dos maiores marcos de sua vida:

Depois que subi naquele palco eu nunca mais tive medo de estar lá em cima; fiquei mais comunicativa. Senti que podia vencer qualquer limite que podiam me colocar. Sentir isso foi muito bom. Teatro se tornou uma das minhas paixões, e até penso em seguir em paralelo ao jornalismo junto com dança e canto.”

Sua maior loucura foi uma viagem para a Jornada Mundial da Juventude, em Madri. Num um grupo de cinquenta pessoas e sem conhecer quase ninguém, ela ficou em um alojamento coletivo com estrangeiros. Lá, conheceu gente da Jamaica, Croácia, Angola e de vários outros lugares.

“Não tinha cama, não tinha quase nada. A gente tomava banho de água fria. Chegamos a dormir no chão, e era um calor infernal. Todos os dias saíamos às 10h da manhã e só podíamos voltar às 22h da noite, porque o alojamento ficava fechado durante esse período. Mas foi muito legal, porque aprendi muita coisa. Evoluí muito como pessoa, tanto no sentido espiritual quanto cultural (…) Penso que cada um tem liberdade para escolher a religião que quer, não me importo de criticarem. Eu sou católica, mas acredito em algumas coisas do espiritismo. Sou muito aberta a discussões e respeito muito a escolha dos outros.”

Escrito por: Larissa Kato

Foto por: Larissa Kato