Um mackenzista que gosta de hambúrguer

Marcos Gabriel de Almeida, 22 anos, é estudante de jornalismo do 7º semestre. O mackenzista conta um pouco sobre sua rotina e o fim da sua graduação. Ele nasceu no interior de São Paulo, São José do Rio Preto. Mudou-se para a capital para cursar Jornalismo e ir em busca dos seus sonhos. “Escolhi o Mackenzie porque sempre foi meu sonho estudar lá”, diz.

 

“Minha melhor experiência no Mackenzie foi com toda certeza aproveitar todos os recursos que a faculdade me ofereceu para a minha formação como jornalista. E claro, os Jogos Universitários (JUCA)”, diz. Depois da mudança de cidade, o universitário diz que amadureceu muito e encontrou-se profissionalmente. Ele pretende fazer pós-graduação em criação de conteúdo, além de já estagiar na área de assessoria de imprensa na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

“Acho que o que me diferencia das outras pessoas é o fato de ser mais descontraído e levar a vida um pouco mais leve”, conta. O mackenzista como hobbies escrever e comer. É apaixonado por hambúrguer. “A maiores loucuras da minha vida sempre foram com meus melhores amigos”, ele diz os amigos são muito importantes e preza por boas relações.

Sonha em conhecer a França e a Disney. Sobre suas conquistas, Marcos Gabriel diz que entrar na faculdade, conseguir um estágio e se tornar quem é hoje foram algumas delas. “Ainda estou em construção como pessoa. Mas sinto que tudo isso que tenho nos dias de hoje aconteceu graças a minha força de vontade e a minha família”, conclui.

“Por mais que exista muita vontade, o medo muitas vezes cega os nossos sonhos”, relata o mackenzista. Se pudesse ajudar o mundo, começaria matando a fome das pessoas. “Eu distribuiria comida para todo mundo e ninguém passaria fome. E claro, excluiria toda a violência e injustiça que existe”.