Lugares que te pagam para morar lá

Já pensou em morar fora e ainda receber para estar em um outro país? Que sonho, não? Mas isso é possível. Alguns países começaram a aderir esse sistema. Nele é envolvido um “salário”que seria dado ao estrangeiro para que ele residisse no local. São muitos os motivos que levam os países a recorrer a esse sistema. Dentre os principais estão a popular novamente a cidade, incentivar o crescimento econômico do local e estudos.

Saiba mais sobre alguns dos lugares que te pagam incentivos para estabelecer residência:

  1. Alasca, Estados Unidos : quem mora por lá recebe um pouco mais de dois mil dólares anualmente. O motivo é simples, já que é o estado com maior território do país, além de possuir uma grande reserva de petróleo, encontrada na década de 70.
  2. Saskatchewan, Canadá : a província localizada no Centro-Oeste do país possui população de aproximadamente um milhão de pessoas. O governo canadense paga cerca € 13 mil para quem decidir habitá-la por no mínimo sete anos.
  3. Detroit, Estados Unidos: a cidade era considerada o maior centro automobilístico do globo no século XX. Entretanto, após décadas de crise, a população passou a diminuir rapidamente. O governo decidiu começar a pagar  um incentivo de aproximadamente 2,5 mil dólares, no primeiro ano, para quem decidir estabelecer residência por lá.
  4. Tristan da Cunha: a pequena ilha, considerada a mais remota do mundo, paga um incentivo de até 25 mil libras para os moradores. Com apenas uma cidade, possui apenas 262 habitantes, segundo o último censo realizado. Para se candidatar, é preciso saber fluentemente o inglês, além de possuir experiência em agricultura.
  5. Ilha Miyakejima, Japão: o governo japonês paga um grande incentivo para quem quiser morar e participar de uma pesquisa  em um dos locais com a maior concentração de gás sulfúrico do mundo.
  6. Ponga, Espanha: o município, que conta com uma população de 643, segundo censo realizado em 2016, oferece cerca de R$ 12.000 para os casais que queiram se estabelecer por lá. A ideia é repopular a cidade.

 

Texto por: Fábio Ribeiro.

Camila Oliveira

Paulistana de berço mas o coração é um pouco de cada lugar que passei. Sou uma mistura de momentos, experiências e tenho muita história para contar. “Life isn’t about waiting for the storm to pass. It’s about learning to dance in the rain”.