arquitetura

A arquitetura é arte

“Escolhi Arquitetura porque amo arte, e o Mackenzie pela sua estrutura.” Foi a frase que a estudante Laura Zonato Eder de 18 anos, usou para começar a contar sobre as primeiras experiências no Mackenzie. No primeiro semestre, a tímida estudante de Arquitetura, nascida e criada em São Paulo, afirma que escolheu estudar no Mackenzie por conta de familiares que passaram por aqui.

Fã de hobbies tranquilos como fazer yoga, desenhar e estudar línguas, Laura está estudando alemão devido a origem de seu avô. “Meu avô era austríaco. Por isso, tenho cidadania também. Acho justo conhecer a língua e a cultura de lá por isso.”

Apesar de tímida, Laura acabou se abrindo de uma forma incrível. Contou sobre suas viagens pelo mundo e como se emocionou ao conhecer a Áustria. “Amo música clássica. Fomos a uma apresentação de Natal e foi algo emocionante para mim.”

A nova mackenzista não teve muitas experiências na faculdade ainda, porém o trote para ela foi uma das mais diferentes que ela viveu até agora. “O considerei tranquilo, porém acho que fui corajosa de encará-lo. Andar de metrô toda suja foi uma loucura.” Ela contou também que seus veteranos foram bastante atenciosos com os calouros durante a atividade.

Até agora, os projetos do seu curso foi o que mais a animou. “Gostei muito do projeto Mosaico e da Gincana de Arquitetura. Nunca havia visitado o centro, e conhece-lo com o Mackenzie foi muito especial para mim.” Laura explicou que o curso de Arquitetura realizou essa gincana para levar os alunos para conhecer o centro de São Paulo e seus prédios, como o Copan, Teatro Municipal e Terraço Itália.

As aulas de desenho durante o curso é um diferencial do Mackenzie na opinião dela. Sua aula preferida até agora é a de “desenho de expressão”, onde eles fazem desenhos com diferentes objetivos e de diversos jeitos.

Ela encerra a entrevista apresentando uma frase de uma música da banda nacional, Rubel. Laura considera essa frase inspiradora e deseja leva-la sempre. “E dizem que sorrindo ela entendeu, que a vida só se dá pra quem se deu.”

Conheça o portfólio do estudante de arquitetura Thiago Nakano, atual líder da editoria de arte

Escrito por Isabelle Gandolphi

Douglas Uchida
O eu de hoje já não é tão mais inocente, não sorrio para todos e nem troco palavras com qualquer um. Isso não me resume em um velho rabugento, mas sim, uma pessoa que se respeite e sabe seus limites.