Junho Vermelho – Tempo de doar sangue

A estação mais fria do ano chegou na madrugada de quarta feira.  Além da temperatura o que também costuma cair infelizmente é o nível dos estoques dos bancos de sangue, que já atingiram uma queda de 60 %. Os altos índices de doenças respiratórias, temperaturas baixas e dias chuvosos costuma afastar as pessoas dos hemocentros. Pensando nisso foi criada em 2014 a campanha do Junho Vermelho, que busca incentivar a população a se tornarem doadores regulares e manter os estoques abastecidos também nessa época do ano.

A edição de 2017 da campanha começou no dia 1 e iluminou de vermelho vários pontos da capital, como o Palácio dos Bandeirantes e o Memorial da América Latina.  A campanha tem obtido sucesso em suas outras edições. Em 2016 o número de doações no Estado de São Paulo foi 30 % maior do que o mesmo período de 2015.

Como ser um doador

Pode doar sangue pessoas com idade entre 16 e 69 anos, com peso acima de 50 quilos. A pessoa precisa estar descansada (ter dormido pelos menos 6 horas) e estar bem alimentada, porém deve-se evitar uma refeição gordurosa antes da doação. Para doar é só se apresentar em um hemocentro com um documento oficial com foto.

Para ser um doador regular é preciso respeitar o intervalo necessário entre uma doação e outras. As mulheres devem esperar 90 dias e os homens 60 dias. Como estamos na época de resfriados e gripes é importante lembrar que a doação só pode ser feita 7 dias após o desaparecimento dos sintomas.

Onde doar

Existem diversos postos de coleta de sangue por todo o estado de São Paulo. Para encontrar o mais perto de você basta procurar no site da Fundação Pró- Sangue. Lá é onde se encontram os hemocentros da região metropolitana de São Paulo. Existem outros além dos listados pelo site em outras cidades é só localizar o mais perto de você e fazer sua doação.

Já conhece os Souks?

 

Aline Fatima
Paulista de coração, perdida no mundo dos livros e noticias. Um sonho? poder viajar o mundo ouvindo as historias de seus personagens.