Jornalismo e o Mercado Atual

Quando se pensa na carreira de jornalismo, a primeira imagem que ocorre em sua cabeça, é alguém atrás de uma bancada do Jornal Nacional, ou na correria escrevendo uma matéria para a redação da Veja, por exemplo.

Mas no Mackenzie Day descobrimos que a realidade é outra. Para muitos a realidade do mercado de trabalho no ramo jornalístico está saturada, o professor José Trigo e a Patrícia Paixão nos mostram que em certa parte essa premissa é verdade, porém o número de ramos no jornalismo só aumentou nos últimos anos. Como por exemplo, assessoria de imprensa e mídias sociais.

Prof José Trigo e Prof Patrícia Paixão na palestra
Prof José Trigo e Prof Patrícia Paixão na palestra

Os professores ainda citam que há uma grande probabilidade de, após entrar no curso de Jornalismo, o aluno começar a trabalhar com algo que ele nem mesmo imaginava quando ingressou na universidade.

Desde o princípio, o Mackenzie proporciona que o aluno entre em contato com o ramo logo nas primeiras semanas do curso, além de ter uma grade atual e rica. Esse e um dos vários diferenciais que a faculdade oferece, e é uma das razões que ela possui cinco estrelas no ranking da Veja de melhores universidades do país.

Eles terminam dizendo que para ser jornalistas nos dias de hoje, não existe a necessidade de um diploma, porém, este é um diferencial no currículo e as grandes empresas ainda valorizam profissionais graduados.

Prof José Trigo durante a palestra
Prof José Trigo durante a palestra

O Mackenzie Day é um evento onde interessados nos cursos de graduação da universidade são recebidos para conhecer o campus, os professores, as faculdades e muito mais. Durante o evento a inscrição para o vestibular é pela metade do preço. Uma oportunidade muito boa para os indecisos entenderem melhor cada área e escolher a que mais combina. Os decididos podem conhecer mais afundo seu curso antes de ingressar no Mackenzie.

Texto por Tatiane Alexandria e Paola Churchill