Jogos Olímpicos Rio 2016

A Olímpiada Rio 2016 vai entrar para a história do nosso país. Foi a primeira vez que recebemos o maior evento do mundo e mostramos para todos como é uma olímpiada latino-americana! A cidade maravilhosa tornou-se palco de uma grande festa para todos que participaram desses Jogos Olímpicos. Nossa torcida fez a diferença!

A participação da nossa delegação foi a melhor de todos os tempos. Conquistamos 7 medalhas de ouro, 6 de prata e 6 de bronze, fechando a nossa participação em 13°, a melhor colocação já vista. Sem contar o que foi ganhar essas medalhas. Ninguém vai se esquecer tão cedo delas, por exemplo, nossa primeira medalha de prata no tiro esportivo de Felipe Wu. Ouro para o vôlei masculino após uma partida emocionante contra nossos arquirrivais italianos. Nosso futebol trouxe a primeira medalha de ouro nos pênaltis contra a Alemanha.

Não foi só nos esportes coletivos que tivemos emoção. Com toda certeza o coração de muita gente pulou mais alto que o 6,03m de Thiago Braz no salto com vara, batendo recorde olímpico para ficar com ouro. Derrubamos todas as dúvidas junto com Rafaela Silva, com ouro e Mayra Aguiar e Rafael Silva com bronze no judô. Robson Conceição mostrou como o brasileiro é guerreiro e nos levou ao ponto mais alto do pódio no boxe. A maré estava tão boa que vimos ouro na vela e prata na canoagem. No vôlei de praia conseguimos ouro e prata. Nunca se ouviu tanto o hino Nacional. Ainda tivemos presenças ilustres com as pratas dos ginastas Diego Hypolito e Arthur Zanetti e bronze de Arthur Nory. Vimos Isaquias Queiroz se tornar o primeiro atleta brasileiro a ganhar três medalhas em uma mesma olimpíada, duas pratas e um bronze.

Mais do que medalhas, fica também o sentimento de que fizemos bonito para o mundo. Nossas cerimônias de abertura e encerramento são provas disso. Nossa cultura foi celebrada por muitos povos, deixando uma boa imagem do que é ser brasileiro. Fomos assistidos por quase metade do planeta, é o recorde de audiência segundo o Comitê Olímpico Internacional.

Mackenzie nas Olimpíadas

A Universidade Presbiteriana Mackenzie não ficou de fora. Ela contava com grandes como César Castro (patrocinado), Hugo Parisi (patrocinado), Nícolas Massao Ferreira Silva (aluno) e Rudá Franco (ex-aluno). Nós da Redação Virtual Mackenzie também deixamos nossa marca. Acompanhamos os 16 dias dos jogos, atualizando todos que puderam acompanhar nossa página e principalmente nosso Twitter. No micro blog, inclusive, tivemos o reconhecimento de grandes nomes do jornalismo esportivo e mais que dobramos nosso número de seguidores. A Rio 2016 vai deixar saudade. Mas vamos com tudo para as Paralimpíadas!!

Texto escrito por: Kaue Felix