Helô Rocha no SPFW

A editoria de moda, cliente do e-commerce Farfetch, foi convidada por eles para prestigiar o trabalho da estilista brasileira Helô Rocha no São Paulo Fashion Week. Desde 2012 presente na semana de moda, seu desfile é sempre um dos mais aguardados.

Convite desfile Helô Rocha SPFW

Helô Rocha é uma jovem estilista de personalidade forte. Neta do proprietário da rede de lojas Riachuelo, decidiu não escolher o caminho mais fácil de ficar na marca já bem posicionada do avô. Em 2005, um ano depois de formada, decidiu abrir a própria marca chamada Têca, em homenagem a um apelido dado por sua avó. Dez anos depois, Helô amadureceu e a Têca deu lugar a marca homônima da designer.

Em seu desfile Resort Couture apresentado nessa temporada do São Paulo Fashion Week, Helô trouxe para suas roupas muito branco, estampas Liberty (nome dado aquelas estampas florais miudinhas), macramê (renda feita à mão com nós e entrelaçamentos), patchwork (conjunto de tecidos de diversas estampas e tamanhos) e muita transparências. As silhuetas eram soltas, com padrões e recortes diferentes no mesmo look, com as algumas faixas e pontas nas barras. Os sapatos desfilados ficaram por conta da grife Loucos e Santos, que produziram peças bem contrastantes com as roupas.

271016-helo-rocha-spfw-n42-1-399x600

Em parceria com o designer Fernando Cozendey, a marca trouxe pela primeira vez peças de praia. Ele, que é conhecido pelo trabalho não óbvio no beachwear, conseguiu traduzir bem todo o conceito do desfile de Helô nos maiôs com recortes bem figurativos. (Vale a pena conferir o trabalho dele!)

271016-helo-rocha-spfw-n42-23-399x600

Quem comandou a trilha sonora do desfile foi o percussionista Dalua, que ficou no meio da passarela com seu pandeiro, fazendo um show a parte, enquanto as modelos desfilavam por ele. Gostou de saber um pouquinho mais sobre a coleção desfilada? Agora corre para o nosso Pinterest que nós fizemos uma pastinha com todos os looks desfilados.

(https://br.pinterest.com/modaredaovirtua/helô-rocha-spfw-42/)

Texto por: Júlia Mello