Papel, caneta e criatividade

“Uma vez me perguntaram: se você pudesse escolher algo para ter na bolsa, o que escolheria? Eu respondi: um papel e uma caneta, assim não ficaria entediada”. É o que diz a estudante de Arquitetura e Urbanismo Gabriela Gonçalves Inomata, de 21 anos.

Natural de São Paulo, Zona Leste, a mackenzista possui um grande apego às atividades criativas, preferindo sempre que possível sair da rotina. A estudante conta que tem um grande apego por desenhos e que gosta bastante de depositar toda sua criatividade em um papel. “É algo que me deixa muito aliviada”, diz a aluna.

Gabriela, hoje está cursando o sexto semestre na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Relata que a princípio buscou outras faculdades, mas após fazer um ano de cursinho decidiu se matricular na UPM. Ainda diz estar gostando de sua escolha de maneira geral.

Com relação a suas experiências, a aluna conta sobre sua viagem à Argentina, onde ficou um mês para aprender espanhol. Embora tenha viajado com um grupo de desconhecidos, nada tirou sua satisfação de ter a realizado. “Isso é legal. É uma coisa que me enche”, conta a futura arquiteta.

A universitária menciona ainda seu grande interesse cultural. Sobre seus hobbies, Gabriela conta que visitava muito os museus da capital, principalmente o Centro Cultural de São Paulo. Aproveitando a localização do Mackenzie, a jovem conseguiu fazer diversos passeios culturais pela região. Algo que não possui uma grande abrangência no local em que ela mora.

Ao longo da entrevista, a aluna disse pensar bastante sobre como ela poderia mudar o mundo através de suas ações. A estudante acredita que com o seu curso, através da parte social, ela poderia realizar algo de grande ajuda para as pessoas necessitadas.

Durante a conversa, uma das perguntas foi em relação ao que a diferenciava das outras pessoas, e a jovem acredita que não existe uma característica, pois todos já possuem suas próprias diferenças individuais. “Todo mundo é uma pessoa única, isso é o incrível da vida e é algo com que todos deveriam saber lidar”, relata a estudante.

Confira o perfil de outra estudante de Arquitetura e Urbanismo no Mackenzie aqui.