Filipe Toledo é campeão da etapa brasileira de surfe

O brasileiro Filipe Toledo foi campeão, no início desta tarde, da quarta etapa do mundial de surfe, o OI Rio Pro, realizado em Saquarema, no Rio de Janeiro. Pelo lado das mulheres, a australiana Stephanie Gilmore foi a grande campeã.

Filipinho começou o dia de hoje com tudo, derrotando o americano Kolohe Andino nas quartas de final. Logo após derrotou o líder do ranking Julian Wilson, com dois tubos espetaculares. Na final, foi campeão em cima do australiano Wade Carmichael, que havia eliminado Gabriel Medina nas quartas de final.

Filipe Toledo foi campeão merecidamente por ter feito um campeonato perfeito. Venceu todas as sete baterias que disputou sem dificuldades. De quebra, fez as duas maiores notas do Rio Pro, uma nota 10 em um aéreo perfeito no Round 4 e um 9.93 na final, que o levou ao título.

O Brazilian Storm veio forte para a etapa de Saquarema. Foram 14 brasileiros que começaram a competição na terça feira, um recorde na história da WSL (Liga Mundial de Surfe). Os destaques ficaram para Michael Rodrigues, Gabriel Medina, Yago Dora e Filipe Toledo, que conseguiram chegar até as quartas de final da competição.

Filipinho voando para receber o 10

Este foi o segundo título de Filipe Toledo no Oi Rio Pro, ele já havia ganho em 2015 na praia do Pepê, cidade do Rio de Janeiro. No ano passado, o título ficou com o também brasileiro Adriano de Souza, que teve uma atuação discreta nesse ano. Ao todo, o brasileiro possui seis vitórias em seis finais disputadas, sendo que em quatro delas tirou uma nota 10. Nesta etapa bateu na trave com o 9.93.

Com a vitória nesta etapa, Filipinho assume a segunda colocação do ranking do mundial, apenas atrás do australiano Julian Wilson, que o brasileiro derrotou na semifinal. A próxima etapa começa no dia 27 de maio, em Bali, na Indonésia. Filipe precisará fazer uma boa etapa e contar com uma eliminação precoce de Julian Wilson para assumir a liderança do ranking e a lycra amarela.

Por outro lado, Wade Carmichael ganhou onze posições no ranking e assumiu a quinta colocação. Esta é a primeira temporada do australiano na elite do surfe.

Na opinião de Gustavo Iglesias, estudante da Universidade Presbiteriana Mackenzie e amante do surfe, Toledo se colocou na briga pelo título mundial deste ano. “Em seis títulos, este é o segundo de Filipinho no Brasil. Todos sabem que ele é mestre nas ondas ‘high performance’, mas desta vez ele provou que também sabe entubar”. Além disso, Gustavo valorizou a torcida brasileira, que fez uma festa muito bonita em Saquarema e motivou os atletas brasileiros.

Não dispenso por nada uma boa resenha sobre esportes. Sou fã de todos eles, mas amo o futebol. Ver uma torcida gritando gol é a minha maior emoção!