Felicidade?

Felicidade é a qualidade ou estado de feliz, é assim que os dicionários descrevem o sentimento. Mas essa definição curta nunca abrangerá todo esse conceito subjetivo. A definição de alegria varia entre os indivíduos. Há pessoas que nem ao menos sabem dizer o que falta para alcançarem essa completude espiritual. Afinal, o que é esse estado de feliz?

Segundo o filosofo Schopenhauer, somos todos seres sofredores (sem felicidade), pois somos escravos de nossos desejos. Isto é, somos infelizes porque estamos sempre buscando a alegria. Portanto, esse estado de completude esta ligado as nossas ambições.

O filosofo também diz que enquanto não nos libertarmos de nossos anseios opressores nunca estaremos contentes. Isso não é verdade. A ciência classifica a depressão como a ausência de felicidade e pessoas que sofrem deste mal não almejam nada. Isto é, somos infelizes sem nossos desejos.

É claro que nossos anseios e ambições possuem lados ruins. Por exemplo, o homem é um ser social e por isso vivemos em sociedade. Mas isso gera conflitos pois nossos desejos são antagônicos. Isso faz que a felicidade de uma pessoa complique a de outra.

Falhamos em ver que no fundo todos nos queremos apenas uma coisa: encontrar e manter a felicidade e lutamos entre nos pelo mesmo objetivo, sem nos darmos conta dessa realidade.

Então, sem nossos desejos nunca seremos felizes. Mas por conviver com outras pessoas teremos que lutar pela felicidade. “O homem é o lobo do homem”, Thomas Hobbes.

 

Fotografia por Ju Klaic