Extravio de Bagagem: O que fazer?

 

Olá mackenzista, viaja constantemente ou irá viajar? No post de hoje a Editoria Internacional irá explicar o passo a passo em caso de extravio de bagagem, além de dicas de como evitar que isso aconteça.

Chegar ao seu destino, e perceber que seus pertences foram violados ou nem chegaram, é um transtorno inconveniente. Segundo a Agencia Nacional de Aviação Civil (ANAC), problemas com bagagem ocupam a segunda posição no ranking de reclamações nos aeroportos.

Como evitar

Primeiramente, identificar e diferenciar sua mala, coloque etiquetas/ tag com nome, telefone, e-mail tanto do lado de fora da mala, quanto o de dentro, caso seja arrancada a etiqueta/tag. Use lenços, e adesivos para diferenciar sua bagagem, facilitando sua identificação, se possível tirar foto da mala.

Cadeados são necessários, para evitar que sua mala seja violada, evite também fazer check-in próximo ao horário de embarque, e certifique-se de guardar o comprovante de despacho da bagagem com cuidado.

Há ainda a opção de fazer a declaração de valor da bagagem, antes de despachar seus pertences, diante do pagamento de uma taxa estipulada pela companhia aérea. Caso a mala seja extraviada o valor declarado será reembolsado.

O que fazer

Assim que perceber que a bagagem foi extraviada, vá até o balcão da companhia, e preencha o RIB (Registro de irregularidade de bagagem), faça também uma queixa no escritório da ANAC, todos esses passos ainda no aeroporto.

Caso a companhia não entregue sua bagagem de imediato, você possui o direito de exigir uma compensação financeira para comprar itens de primeira necessidade, e se passado o tempo de 72 horas após seu desembarque, há a possibilidade de uma compensação financeira maior, o valor varia de acordo com a empresa e a rota.

Em caso de voo doméstico, o prazo para a companhia aérea devolver sua bagagem é de 30 dias, e o prazo para voo internacional é de 21 dias antes de oficializar o extravio. Se encontrada, a companhia deve entregar a bagagem no endereço conveniente para você.

Após o prazo terminar, a empresa deve calcular e oferecer uma indenização, de acordo com o peso da bagagem registrado no check-in.  O valor possui um limite entre R$ 43,00 e R$ 2.200,00 por quilo para voo doméstico, e US$ 20 dólares por quilo para voo internacional.

Não concordo com o que me foi sugerido, e agora? Recorra à justiça, ou negocie por meio do Procon. É recomendado seguro de viagem, que reembolse em caso de extravio, para casos internacionais, devido ao alto custo de uma briga na justiça internacional.

Já aconteceu com você? Conte para nós como foi.