Eternas crianças

A gente espera da vida um pouco mais de calma, sempre um pouco mais de tempo… E quando tudo parece desmoronar, e o peso das responsabilidades pesa demais, pensamos em voltar ao passado. Em refazer tudo ou simplesmente viver nossa infância, pois era tudo mais simples, menos trabalhoso, menos pressão e muito mais divertido.

Porém, esquecemos que cada fase da vida é um obstáculo novo a se enfrentar. Quando crianças, tínhamos medo de ficar sozinhos em casa, ainda não sabíamos fazer contas fáceis de matemática sem a professora explicar, e começávamos a entender que a vida não é só diversão, pois tinha lição de casa para fazer todos os dias.

Cada fase, cada desafio, cada experiência e por fim, o amadurecimento até chegarmos aqui. E pra que pensar em voltar atrás?

Eternas crianças são aquelas que não deixaram para trás o seu coração alegre e simples. O tempo passa, e quem fica preso em um passado mais fácil e sem obrigações, não consegue perceber o quão bonita está sendo a caminhada da sua vida.

 

Foto por Guilherme Rossi

Texto por Marina Zilioli, aluna do 3° semestre de Publicidade e Propaganda.