Especial Semana da Mulher por Thaina Fernandes

Nessa data especial Dia Internacional da Mulher,  trago algumas mulheres com virtudes que me inspiram.

Na moda: assim como a Lívia da editoria de moda uma mulher que me inspira é a Débora Alcântara formada em Relações Públicas, especialista em marketing digital e dona do blog Tudo Orna (que está presente em diversos meios: Orna Concept, Orna Makeup, Orna Café e Efeito Orna) junto com suas irmãs. O blog expandiu e a marca Orna se tornou uma causa que acredita na co-criação, união e que desconstrói o clima de competição que muitas vezes é presente entre as mulheres. A minha escolha foi em especial a Débora por ser a que mais me identifico com o estilo minimalista que valoriza a funcionalidade e a praticidade das peças.

Na arte: Luma Elpidio, jovem de 22 anos que compõe músicas que declaram o amor a Jesus. Desde a infância ela se interessou pela música, escrevia poemas e aos 12 anos começou a tocar seu primeiro instrumento, um violão rosa. Atualmente, Luma se dedica ao seu Ministério de Adoração, e o desejo de seu coração é atrair pessoas por meio de suas músicas à presença de Deus, revelando o amor e a simplicidade do evangelho. Minha canção favorita é  “Liberta-me de mim” que fala sobre a liberdade que nos é dada por meio de Jesus Cristo

No posicionamento: youtuber com mais de um milhão de inscritos em seu canal e que se descreve no Instagram como “Uma voz que clama na internet”. Fabíola Melo começou com o canal chamado Nam.orar que falava de forma descontraída sobre relacionamentos à luz da Bíblia, hoje seus vídeos também abordam a respeito de outros temas relacionados a palavra de Cristo.

  

Assim, termino essa série de posts dedicado as mulheres. Espero que não apenas essa semana, mas que em todos os dias a mulher possa ser ouvida e prestigiada dentro da sociedade, e o primeiro passo para esse empoderamento feminino é a união e empatia entre todas nós.

Thaina Fernandes

Vejo a moda como expressão da nossa identidade e individualidade, seu significado vai além do superficial. Acredito em seu poder social de empoderamento e representatividade, como disse Karl Lagerfeld “Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas… É sobre todos os tipos de mudança”.