E-book semiótico sobre a pandemia é produzido de maneira coletiva

A produção dos alunos de jornalismo do quarto período do curso, divulgada durante o XV Encontro de Comunicação e Letras, é resultado de um esforço coletivo começado em aula e que tinha como objetivo pensar o imaginário da pandemia, a partir da mídia.

O e-book, sob supervisão do Prof. Dr. Anderson Gurgel, contempla aspectos da disciplina de Semiótica da Cultura. O resultado divulgado, na segunda semana de novembro, faz parte também da programação do Fórum de Pesquisa do CCL, com apresentação prevista em 13/11.

Com o título “Contribuições da Semiótica para Entender o Mundo Pós-Covid-19” o trabalho foi desenvolvido a partir das contribuições da turma e se tornou um projeto especial, encampado pelos discentes Fernando Claure, Guilherme Porrino, Júlia Siqueira, Lucy Matos e Pedro Braga.

Sob a luz da Semiótica, disciplina que tem como objeto de estudo as possibilidades de interpretação dos textos de cultura e seus desdobramentos práticos na sociedade, o trabalho dos alunos responsáveis pelo projeto foi de produzir e revisar os conceitos teóricos e fatos práticos como notícias, reportagens, dados além de reunir o conteúdo de forma organizada no modelo e-book.

Os textos foram produzidos ao longo do primeiro semestre do ano e relacionam temas do cotidiano com notícias e reportagens que expressam as dificuldades impostas pelo novo coronavírus.

O material propõe ainda uma reflexão sobre o momento de maior impacto da pandemia, com embasamento teórico e científico, além de exemplificar as ideias com fatos cotidianos, notícias dos principais jornais do país e reportagens jornalísticas.

Abaixo, o e-book “Contribuições da Semiótica para Entender o Mundo Pós-Covid-19”.