Cruzamento

“O tempo cura todas as feridas”

Quantas vezes já não ouvi essa frase?

Talvez uma das mentiras mais ditas.

Entretanto, com um pingo de verdade.

 

Existem feridas que o tempo não cura.

Resistem o máximo para se manterem intactas.

Elas somem o bastante pra não te levar a loucura.

Mas permanecem presentes para serem lembradas.

 

Pois aqui falamos de emoções amigo.

Não um arranhão qualquer.

As dores mais agudas de um coração partido.

Causadas pelo descuido de uma mulher.

 

Mas calejado estou a esta altura

E em meu coração não reside mágoa.

Posso passar por qual seja a tortura.

Por amores não derramo se quer uma lágrima.

 

Texto: Leandro Vasconcellos

Foto: Kenneth Spencer