Coragem e gentileza: a fórmula do sucesso

“‘Have courage and be kind’. Significa ‘Tenha coragem e seja gentil’. Eu me prendi muito nessa frase quando eu me mudei para São Paulo. Encare um mundo com sorrio e só vai”, revela Isabelle Formigari Gandolphi de 19 anos.

Caçula de dois irmãos, está no quinto semestre de jornalismo e escolheu o curso por causa deles. O do meio fez publicidade. “O  mais velho fez jornalismo e eu já fiz o perfil dele para a Share”, divulga. Ela é ex- líder da editoria e conta sobre seu aprendizado na Redação: “Foi onde eu aprendi a ser líder. Aprendi a mandar, a obedecer. Aprendi a ter responsabilidade com data”.

Uma das experiências na Redação que mais a marcou foi “o dia que a gente concluiu o processo de 2017. O último dia do processo, foi o dia que a gente se olhou e falou. ‘Acabou’. Aí todo mundo se abraçou e comemorou”.

Já o que a levou a escolher a faculdade, também foram os irmãos. “Eu escolhi o Mackenzie porque por uma tradição de família. Os meus dois irmãos fizeram e eu vim pequenininha matricular meu primeiro irmão, aí eu olhava e queria ficar. Então, na época do vestibular nem quis prestar  para outra faculdade”, diz.

Ela também conta da mudança de sua cidade natal, Amparo para São Paulo e sua aventura andando de metrô. “Primeiro dia que andei de metrô. Fui sozinha para Santo André. Ai eu me deparei com a realidade de São Paulo. Foi aí que eu me toquei que eu estava em São Paulo”.

A estudante fala de jornalismo político, sua disciplina favorita. E a   importância do jornalista brasileiro nesse ramo: “Levar informação para as pessoas. No Brasil é escasso de informação, principalmente política que é baseado no aqui e agora”. Principalmente na era das fake news. “Por conta da tecnologia é importante ficar sempre atento ao que se está lendo. E nós como jornalistas sempre muito responsável pelo que estamos publicando, sempre apurando ao máximo para passar uma informação verdadeira”, continua.

Por último, ela fala do seu futuro.  Pretende voltar para o interior, “aposentada talvez” e gostaria de morar em Nova York. Mas quando é questionada de como se imagina daqui a quatro anos, responde: ” quatro, cinco, dez? Não sei”. Independente de onde esteja morando ou trabalhando, Isabelle sabe que para ter sucesso precisa de coragem e gentileza.