Consciência negra: Desfiles SPFW e Casa de Criadores

Durante as últimas semanas aconteceram dois grandes eventos de moda em São Paulo. A Casa de Criadores e o São Paulo Fashion Week . Nesses eventos, dois desfiles de protagonismo negro foram muito fortes e chamaram bastante atenção.

  • LAB

“Ser livre tem preço onde ser preto no mundo assusta”. Assim começa o desfile do Laboratório Fantasma, conhecido também como LAB, do rapper Emicida e de seu irmão Evandro Fióti, com direção criativa de João Pimenta no SPFW.

Considerado uma revolução na semana de moda, o cenário criado era perfeito para transportar todos para as ruas e comunidades da cidade: as imagens ao fundo da passarela e a música “Bendito, Louvado Seja” foi cantada ao vivo por Emicida. Cheia de frases de impacto como “Fiz com a passarela o que eles fez com a cadeia e a favela… Enchi de preto!” e “Hoje é dia da favela invadir o fashion week”, a música, as roupas, os modelos, tudo era como um protesto para mostrar que as minorias também precisam ter espaço para se expressar no maior evento de moda do país.

Desfile LAB  Desfile LAB  Desfile LAB

  • Isaac Silva

Isaac Silva, talvez não seja um nome tão conhecido do grande público quanto Emicida, mas o estilista da marca homônima vem chamando atenção em cada desfile que faz na Casa de Criadores. Em seu último desfile, Isaac inspirou-se em Elza Soares e na geração tombamento. Em uma conversa com o estilista, ele nos contou que prioriza a pluralidade em seus desfiles, que busca representar e valorizar a mulher em todas as suas cores e formas.

Seu desfile foi a concretização de suas palavras. Com trilha sonora marcante da música “100% feminista” das cantoras Mc Carol e Karol Conká, o empoderamento das mulheres ficava claro e conforme as modelos entravam na passarela, a platéia não foi capaz de conter a animação.

Desfile Isaac Silva Desfile Isaac Silva Desfile Isaac Silva

Além dos negros, as duas marcas também incluíram modelos plus size e tiveram os bastidores comandados quase que em sua totalidade por homens e mulheres negras.

Lembrando que essa semana teremos no Mackenzie um evento com o tema “África: Novos Olhares”. Palestras sobre como o continente e seu povo são retratados na mídia serão ministradas por especialistas do coletivo AfroMack, por profissionais e professores. Vale a pena conferir!! Dia 17 de Novembro, no auditório Reverendo Wilson (11º andar).

 

Texto por: Júlia Mello