Conheça como outros países celebram a tradicional festa de junho

 

O mês de junho mal começa e todo mundo já pensa em quentão, pé de moloque, maçã do amor, pamonha, pipoca, canjica, curau… São tantas coisas… A tradiconal festa de junho, que é a segunda maior comemoração depois do carnaval aqui no Brasil, veio com os portugueses, mas foi ganhando nossa cara e nossas tradições e costumes do interior do país.

O que vemos hoje nas nossas festas como as danças, as comidas e a decoração nada mais é que uma mistura de elementos que estão na nossa história: há costumes indígenas, europeus e africanos.

Aqui iremos mostrar como são algumas dessas festas ao redor do mundo:

Rússia, Ucrânia e Bielorrússia

Nesses países a festa pode durar até 13 dias e a população faz diversos rituais como tomar banho ao ar livre, pular fogueiras, além das canções e danças tradicionais que reúnem todo mundo. Um fato curioso é que as mulheres solteiras usam coroas de flores na cabeça, que são jogadas no rio com o intuito de atrair pretendentes. Há também uma lenda de que na noite de Ivan Kupala quem achar a flor de samambaia (elemento da mitologia eslava, essa flor não existe) será feliz para sempre.

Polônia

Aqui a festa começa logo cedo. Oito horas da manhã do dia 23 de junho já começam as comemorações. A festa, que não tem hora pra acabar, também conta com fogueiras, danças e músicas típicas. O diferencial desta festa se deve às vestimentas. No lugar das roupas de camponeses, como na maioria dos países, na Polônia eles se caracterizam de piratas.

França

Fête de la Saint-Jean (Festa de São João) é comemorada no dia 24 de junho, assim como aqui no Brasil. A fogueira está sempre presente e o ponto forte da culinária é por conta dos queijos e vinhos franceses. Nossa quadrilha é fortemente inspirada na quadrilha francesa, inclusive os termos como changez de dame (quando trocamos os pares -ou as damas) e o balancez (balancê).

Suécia

Na Suécia a festa junina é levada mais a sério que o Natal. São seis dias de festa, entre 20 e 26 de junho, sendo a sexta-feira o principal dia da festividade. Os suecos também se vestem com roupas rurais e fazem uma dança em círculo, como a quadrilha. As simpatias para trazer sorte no amor são muito tradicionais. As pessoas também enfeitam suas casas com folhas e flores como outra forma de superstição.