Faculdade e maturidade

“A faculdade é uma coisa totalmente diferente do que você sempre viveu no colégio. Você precisa correr atrás das suas coisas, ou então ninguém fará por você”. É o que diz o estudante Bruno Nunes da Costa, de 18 anos, que cursa o segundo semestre de Engenharia Mecânica no Mackenzie.

Embora tenha nascido em São Paulo, Bruno morou a maior parte de sua vida em Itatiba, cidade próxima à capital paulista. Contudo, na hora de escolher a sua faculdade, optou pelo Mackenzie. A escolha foi por uma série de motivos, como a localização, a posição do curso de engenharia na universidade e a presença de um amigo que já estudava na instituição.
Em relação a sua decisão, o estudante parece estar satisfeito. “Tudo que você precisar de ajuda eles oferecem”. “Sempre tem tudo, é tudo bem organizado”. Essas são as palavras utilizadas para elogiar o seu local de estudo. O qual não poupou comentários positivos em seus relatos.

Sobre as mudanças pela qual passou ao entrar na faculdade, o futuro engenheiro fala sobre maturidade. Conta como a sua experiência de vir morar sozinho na Capital o ajudou a se tornar uma pessoa mais responsável. Além disso, sua personalidade um pouco fechada foi diminuindo a medida em que foi conquistando novas amizades, algo que se torna perceptível após conhece-lo.

Embora tenha relatado que a faculdade tenha tomado uma parte de seu tempo, o aluno se diz uma pessoa muito ativa, gostando de praticar esportes e ir à academia. Além de outros hobbies, como ir ao cinema, jogar videogames e passear pelo shopping perto de onde mora.
Por fim, após uma divertida entrevista, o estudante revelou que se pudesse mudar o mundo, começaria pela base. Ele diz que é assim que se constrói um futuro melhor. E talvez, com sua graduação, ele consiga ajudar a realizar esse desejo. Afinal, não importa a formação, mas sim a vontade de mudar, a qual Bruno já demonstrou possuir.

Texto por Caio Borges