palavras

Bruno Amador: entre palavras e significados

O carioca Bruno Amador, de 20 anos, mudou-se para São Paulo aos 7 anos. Iniciou sua vida universitária em uma federal, estudando economia. Mas não concluiu, decidiu cursar administração. O prestígio do Mackenzie foi um elemento decisivo na hora de se matricular nesse novo curso. Começando assim, uma nova etapa de sua vida.

Perguntamos se ele mudou depois de ingressar na faculdade. O mackenzista disse que sim. Ele acredita que se tornou mais responsável e isso lhe proporcionou uma melhor organização de seus compromissos.

Mesmo com o seu dia a dia cheio de números e tabelas, uma de suas paixões é escrever. Essa sua adimiração pela escrita lhe rendeu o blog “Um Quarto de Palavras”. A ideia saiu do seu tumblr, que foi criado para divulgar seus textos, mas nele não havia uma visualização constante. Com o blog foi possível criar um público fiel.

Bruno encontrou nos textos uma forma de unir pessoas e de demonstrar que sempre há alguém numa situação parecida com a sua e que, no final, as coisas vão dar certo. Para ele, as palavras e seus significados e sentimentos, podem ajudar as pessoas. Essa forma de ajudar os outros, para Amador, é uma de suas maiores conquistas. “Não faria psicologia. Abro mão de entender as pessoas. Prefiro descrevê-las e ajudar assim.”

Bruno nos conta que tem o sonho de escrever um livro, mas espera que quando esse dia chegar, sua obra não seja só mais uma. Ele quer que sua obra seja bem feita e que possa acrescentar algo para as pessoas. “Não vou gastar muito dinheiro para ser mais um na prateleira das livrarias. Se lançar um livro, quero que as pessoas comprem e leiam ele.”

O mackenzista exerga as palavras muito além de simples signos. Ele acredita que se todos lessem, o mundo seria um lugar melhor. Para ele, a arte liberta.”Se para bom entendedor meia palavra basta, para mim, basta um quarto.”

Escrito por Victória Santos