Brenda: Um exemplo de força e determinação

Recentemente os jogos paralímpicos acabaram e com eles aprendemos grandes exemplos de superação e vitória, vimos a vivência de grandes heróis, e a editoria de esportes cobriu todo esse evento, confira clicando aqui.

E dentro do Mackenzie também temos a história de grandes pessoas. E uma delas é Brenda, nosso perfil de hoje.

Com toda a sua simpatia e bom humor, Brenda Marques, nos mostra logo de início sua força e determinação. Aos seus 21 anos e cursando o sexto semestre de jornalismo, a estudante nos conta um pouco sobre a sua vida e os obstáculos que ela impôs. Sem desistir, a futura jornalista, hoje, se orgulha e enche o peito para falar sobre sua trajetória e de quem ela se tornou.

Marques nos conta que bem no início de sua vida, ela sofreu de paralisia cerebral e isso afetou a sua parte motora, felizmente sua parte intelectual não, mas não a tornou mais fraca nem dependente, muito pelo contrário. Com a ajuda de sua família, principalmente da sua avó. A mackenzista conseguiu dar a volta por cima e disso tudo obteve um enorme aprendizado. Acho que a minha autonomia e independência são grandes conquistas pra mim. Eu faço de tudo, vou pra todos os lugares, pra minha casa, pra cá, pro estágio e para festas e manifestações até.”

Brenda também diz um pouco sobre essa perspectiva que muitos não sabem e nem entendem. “A gente vive numa cidade que não é acessível. Eu ando no metrô e vejo poucas pessoas com deficiência e isso é muito triste, porque é o direito de ir e vir, o que muitas pessoas com deficiência não tem e o problema não tá com a gente, tá na sociedade que não é inclusiva. A deficiência não é limitação, mas a falta de inclusão com certeza é.”

Quando questionada se já sofreu algum tipo de preconceito, a mackenzista diz que sim, mas hoje nem dá bola e às vezes nem percebe. “O que eu vejo é que o pessoal olha bastante, não só criança, adultos também. Eles não sabem lidar com a diferença. As pessoas falavam pra eu ir à igreja, pra Deus me curar, só que assim, a deficiência não é uma doença, é uma condição. E condição não se cura.”

Escrito por Douglas Ono

Foto por Douglas Ono