Brasil vira maior destino de quem tenta escapar da crise venezuelana

Imagens: Emily Costa

Roraima vêm recebendo elevado número de imigrantes da Venezuela

Por: Fábio Ribeiro Barreto
Devido à ferrenha crise econômica e política que assola seu país, os venezuelanos estão procurando as fronteiras mais próximas para tentar ganhar a vida. O Brasil, e em especial Roraima, têm sido o principal destino.
Tentando fugir da inflação que chega quase aos 700%, da crise na distribuição alimentícia e da quebra dos serviços públicos, neste ano, o número de imigrantes que procura por uma nova oportunidade de vida só tende a aumentar.
O estudante de jornalismo do mackenzie, Caio Dias, considera que a situação é péssima.”Pessoal passando fome, ficando em condições precárias é osso.”
O paulistano complementa, dizendo que o pessoal de Roraima devia fazer uns projetos para acolher os venezuelanos que estão vindo, dando comida, abrigo, essas coisas.
A entrada de venezuelanos no país está crescendo desde 2016, mas sua taxa aumentou ainda mais após o governo colombiano dificultar o ingresso de imigrantes em seu território.
Mesmo em um novo lugar, a situação não é nada fácil para quem está vindo da Venezuela, já que os abrigos estão lotados, deixando muitos em situação de rua.
Diante da seriedade desse cenário, o presidente Michel Temer assinou um decreto, no qual caracterizava como “situação de vulnerabilidade” em Roraima.
O Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) já pediu para todos os países receberem o maior número possível de refugiados venezuelanos. Além disso, discutiram maneiras de proteger e auxiliar os novos imigrantes.