Quebrando barreiras

Bethina Oger Garcia, nascida em São José do Rio Preto, é estagiária docente na Universidade Presbiteriana Mackenzie. “Primeiro entrei como mestranda […] e decidi fazer estágio no próprio Mackenzie.”. Bethina diz que considera a Universidade excelente e de ponta, com ótimos professores. Ela atua na área de Publicidade, dando aula de Estéticas e Linguagens Midiáticas. Acrescenta que ama seu trabalho, e que é muito gratificante conviver e aprender com seus alunos.

A profissional se considera uma pessoa curiosa e eclética, qualidades que contam muito em seu meio de trabalho. Bethina cursou Moda, realizou pós-graduação em Negócios, e agora faz mestrado em Artes e Educação. Diz ser apaixonada pelo primeiro curso, em especial, sendo capaz de trabalhar com suas diversas vertentes.

Com gosto pelo tempo frio, e pela cultura e conhecimento, Bethina investe em viagens. Tem preferência por locais com temperaturas mais baixas no Brasil. Porém, quando possível, ela aproveita a oportunidade de conhecer novos museus, e realizar novos cursos no exterior. Ressalta, ainda, a Europa como um de seus destinos prediletos.

Além de suas viagens, ela conta – “minha maior conquista foi poder ter feito mestrado.”. Tendo, em seu percurso, possuído dificuldades de aprendizagem, de acordo com seus professores, Bethina comemora seu mestrado como um grande prêmio. Ele se consolida ao passo em que ela escreve um capítulo de um livro, chamado “Criatividade e Inovação na Arte, na Ciência e no Cotidiano.”.

Frente a tudo isso, a mestranda cita sua frase predileta e a coloca como motor para suas próximas vitórias. “Nunca desista, porque o poder da mente faz coisas incríveis, e se você acreditar, você consegue!”.

 

Texto por Isabela Cardoso Léo