Backstage das Olimpíadas Rio 2016

Para comemorar o 11º Encontro de Comunicação e Letras, o Mackenzie decidiu promover entre os dias 5 e 6 de setembro – segunda e terça-feira – palestras que envolviam todos os cursos do CCL. Uma das mais procuradas foi a de Jornalismo Esportivo. Dirigida pelos sorridentes mackenzistas: Filipe Cury (SporTv) e Wagner Bordin (TV Globo).

Filipe Cury e Wagner Bordin
Filipe Cury e Wagner Bordin

Os ex-alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie, contaram fatos que ocorreram em sua trajetória profissional: desde como começaram, no que estagiaram, até chegar na carreira atual. Por um lado, Cury conseguiu ir para Croácia e Bósnia, passando em um concurso cobiçado “Passaporte SporTv”. Por outro, Bordin conseguiu sua carreira atual por meio de um blog sobre futebol argentino. Onde postava por hobbie sua paixão que adquiriu após fazer seu trabalho de conclusão de curso na Argentina.

Ambos apresentaram a loucura que é cobrir as olimpíadas. Bordin que trabalha com a parte de produção afirmou “é realmente uma insanidade fazer uma cobertura de um evento tão grande… Você precisa conseguir transmitir as histórias de maneira mais imparcial possível”.

Filipe Cury e Wagner Bordin
Filipe Cury e Wagner Bordin

 

Cury complementa descontraído “o stress nas Olimpíadas foi gostoso”. Como estudantes de comunicação entendemos. É uma experiência única trabalhar em um evento tão grande, de tal importância em seu país de origem. Após responderem as perguntas dos universitários, Cury mostrou um vídeo emocionante que contava a história do canoeiro Isaquias Queiroz, medalhista olímpico.

Durante a reportagem todos sentiram um orgulho maior de ser brasileiro. Tendo em quem acreditar e torcer, além de se apaixonarem ainda mais pelo esporte.

 

Texto escrito por: Letícia Imperador