A arte da animação de John Lasseter

Sua História

Em 1975, dentro das salas de aula do California Institute of Arts, uma das mais brilhantes mentes criativas da história do cinema iniciava sua jornada rumo ao sucesso mundial.

O jovem prodígio, nascido na cidade berço das estrelas e das grandes produções, Hollywood, tinha um sonho: ganhar a vida fazendo animação. Este desejo nasceu depois que John Lasseter, hoje consagrado diretor e produtor executivo da Walt Disney Pixar Animation Studios, lera The art of animation (A Arte da Animação), livro de Bob Thomas em parceria com a equipe dos estúdios Disney.

Aos 60 anos de idade, Lasseter construiu um legado de filmes que mudaram por completo o rumo de uma das maiores empresas de entretenimento do mundo.

Muito antes dos clássicos Toy Story (1995) e Vida de Inseto (1998) estrearem nas telonas, arrecadando bilhares de dólares em bilheteria,

 

 

Lasseter já produzia histórias e personagens de curtas animados. Seu primeiro filme de animação, Lady and the Lamp, produzido em 1979, conta a história de uma luminária que causa uma verdadeira bagunça em uma loja enquanto o dono está fora. Já em Nitemare, sua segunda produção, premiada pela Academia, Lasseter apresenta a assombrosa noite de um garotinho que vê monstros quando apaga as luzes de seu quarto.

Seu trabalho

O traço dos desenhos de Lasseter são caricatos e simples, originais, repletos de expressões divertidas e cativantes. Promovem uma relação quase que instantânea com o público, que se identifica com a trama e com as peripécias dos personagens.

Os enredos de suas histórias são simples, cotidianos, o que transforma sua arte em algo

emblemático! O que esperar de uma luminária e uma bola de plástico em um curta metragem? Essa combinação em Luxo Jr., um dos maiores sucessos da Pixar, deu origem ao “selo” da empresa. “Gosto de dar vida a objetos inanimados”, diz John Lasseter, em entrevista feita pelo documentário A História da Pixar. Partindo deste ponto, a procura por  “algo simples e geométrico”, outros personagens nasceram, como André e Wally B (1984) e Tin Toy (1988). John Lasseter continua seu trabalho como chefe criativo da Walt Disney Pixar, inspirando novos artistas da animação e anunciando novos trabalhos da companhia para este ano, 2018 e 2019, como Coco (Viva- A vida é uma festa) e o aguardado Os Incríveis 2.

Texto por: Fernanda Varela