Apaixonada por livros

Maria Gabriela de Souza Maglio, estudante de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e amante de livros, diz que “caiu de paraquedas no curso de Jornalismo”. “Saí do colégio e prestei vestibular para direito e relações públicas. Eu até passei em RP, mas na hora de me matricular no curso, decidi que não era isso que eu queria e então fiz 1 semestre de cursinho. Nos 2 primeiros meses eu já decidi que ia para o jornalismo e pela primeira vez na vida não tive dúvida que se eu passasse eu iria”, afirma.

A universitária ingressou na universidade com 17 anos e, desde então, sua vida se transformou: “O que mais impactou desde o momento que eu entrei foi a forma que eu olho para o mundo e para as pessoas ao meu redor”, e completa, “depois que eu me formar em jornalismo eu vou fazer faculdade de letras. É uma paixão que eu descobri durante a faculdade e eu com certeza quero seguir”.

“Eu sinto que em dois anos eu cresci como nunca havia crescido antes e, acima de tudo, eu me conheci e reconheci em todas as experiências que vivi”, afirma a estudante. Ela ainda diz que o curso a proporcionou conhecimentos que vão além da sala de aula e, quando questionada sobre suas melhores lembranças, afirma que tudo o que vive é memorável. “Todas as coisas que a gente faz, os lugares que a gente conhece, as pessoas com quem a gente conversa, tudo isso é memorável, eu aprecio muito as coisas pequenas e simples da vida”.

O que ela mais curte fazer é ler, além de ter hobbies como sair com os amigos e ir ao cinema. “Livros mudaram a minha vida. Eu considero livros as maiores preciosidades do universo e inclusive fiz uma tatuagem para eternizar na minha pele minha paixão. Livros mudam o mundo”. Maria Gabriela ainda adapta a clássica frase da banda britânica The Beatles para All we need is love and books, cuja tradução é “Tudo o que precisamos é amor e livros”.