Na palma de suas mãos

DIA 11 DE DEZEMBRO – DIA DO ARQUITETO E DO ENGENHEIRO

“O mundo só muda quando você muda.”. A frase anterior, do livro O Pequeno Príncipe, está sempre presente nos pensamentos de Ana Carolina Zambon. A estudante, com 19 anos, acaba de finalizar o 3º semestre do curso de Engenharia de Produção.

Nascida em Barueri, SP, Ana Carolina ingressou na Universidade Presbiteriana Mackenzie por ser uma das melhores faculdades para a sua área, segundo o ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes). Além disso, a aluna conseguiu bolsa de estudos, uma de suas grandes conquistas.

Ela, que conta: “Sempre tive o sonho de entrar no mundo acadêmico.”, no início pensava em atuar na Aeronáutica, ou em Automação. Apesar disso, diz ter se encontrado em Produção, e que todos os cursos que considerava anteriormente sempre foram relacionados à Engenharia.

A mackenzista sempre gostou de números e pessoas, e crê que seu curso estabelece essa conexão. Conta que, apesar da predominância de contas matemáticas, a parte de Gerenciamento e Gestão estão muito presentes. Assim, o curso corresponde a algo completo dentro do que a estudante buscava para ela.

Ana possui a característica da paciência, para ouvir os outros e entender a raiz das situações. Ela diz: “Normalmente as pessoas só consideram o próprio ponto de vista.”.  Por isso, se considera uma pessoa flexível, e que adquiriu maturidade e um novo olhar desde que entrou na faculdade.

Pensando mais à frente, ela conta sonhar com um intercâmbio e viagens que preencham sua lista de realizações. Também imagina-se aprendendo cada vez mais, como um 3º idioma, e trabalhando em uma empresa de sua área. “Loucura seria odiar todas as rosas porque um espinho te feriu.”. Esta segunda frase, também de O Pequeno Príncipe, mostra, por fim, um pouco dos ideais desta futura Engenheira, que tem muita garra e foco em seu caminho.

Texto por Isabela Cardoso Léo