Almanaque dos Campeões – Vasco

Continuando a série de almanaques sobre os maiores campeões do futebol brasileiro, hoje vamos para o Rio de Janeiro falar sobre o Vasco

Nome: Clube de Regatas Vasco da Gama

Fundação: 21 de agosto de 1898

Apelido(s): Gigante da Colina, Trem Bala da Colina, Vascão, Expresso da Vitória e Time da Virada

Mascote:  Almirante e Bacalhau

Estádio:  São Jenuário

Maiores ídolos:

  

 

Torcida: 7,2 milhões de torcedores

Maiores Rivais: Botafogo, Flamengo e Fluminense

Hino: Vamos todos cantar de coração/A Cruz de Malta é o meu pendão/Tu tens o nome de um heroico português/Vasco da Gama, a tua fama assim se fez!/Tua imensa torcida é bem feliz/Norte e sul/Norte e sul deste Brasil/Tua estrela, na terra a brilhar, ilumina o mar! (hino completo)

Títulos Principais: 24 Campeonatos Cariocas, 4 Campeonatos Brasileiros, 1 Libertadores, 1 Copa Mercosul e 1 Campeonato Sul-Americano de Campeões

Ao ser perguntado sobre o que é ser vascaíno, o torcedor e funcionário da rádio da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Lucas Abrunhosa, mostrou sua emoção e paixão lembrando a primeira vez que se sentiu torcedor do Vasco: “Eu tinha 6 anos de idade, fui com meu pai  na final (da Copa Havelange) contra o São Caetano. Eu sentia a energia da torcida, o bandeirão passando, a gente vibrava junto. Uma sensação indescritível. Ali eu posso dizer que me tornei vascaíno de fato, ali meu amor pelo Vasco começou. Torcer pro Vasco é uma montanha-russa. Só quem ama de verdade permanece ali em todos os momentos e sabe a importância de apoiar o clube.  Mesmo quando somos vice, é doloroso para todo vascaíno, mas quando o time está em campo a minha loucura é tão grande que não importa mais nada do que passou, só aquele momento. É minha herança de família.”