A Dupla de Ouro

Um novo legado mackenzista começou. A dupla de tênis Carla Forte, 22 anos, e Leticia Imperador, 19, alunas de publicidade e propaganda e jornalismo, respectivamente, só trouxeram ouro para dentro do nosso campus. Desde 2015 nunca houve derrotas em partidas de tênis e tênis de mesa.
A formação dessa dupla aconteceu no JUCA de 2015. Carla teve de cara a impressão de que sua parceira era uma pessoa simpática, agradável e comunicativa. Ela conseguiu ver em Imperador uma amiga que poderia ter fora da quadra. Para Letícia não foi muito diferente, a primeira impressão que teve de Carla foi de que sua parceira seria uma pessoa muito simpática e “meio doida”, porque acalmou a parceira de um modo inesperado, porém, bastante eficaz, já que o resultado foi a vitória.
Após jogarem o primeiro jogo juntas, a visão não mudou muito, Carla se diz feliz por jogar com uma pessoa muito focada, competente, que já treinava, que gosta e acompanha os jogos de tênis, uma coisa muito difícil de encontrar no tênis universitário. Letícia deu graças a Deus por Carla ser a sua dupla e disse que sentiu uma conexão que nunca pensou ter, ama jogar em dupla com sua parceira, pois se sente muito mais tranquila.

mackenzistas no JUCA 2016
Torcida Karen13 e a dupla de ouro

Essa dupla conseguiu conquistar duas coisas que são muito importantes para todos os jogadores, primeiro as colocações em campeonatos importantes como o G20 (2015 e 2016), o JUCA (2015 e 2016) e o INTERMACK (2015), em todos chegaram à final e tiveram a honra de colocar no peito medalhas de ouro, e gritarem #écampeão e #puceternovice. O segundo aspecto são os torcedores, mesmo o tênis sendo um esporte silencioso, a dupla conseguiu uma torcida que faz toda a diferença do lado de dentro da quadra, elas gostam de saber que não estão sozinhas e que ali na arquibancada sempre vão poder contar com um grande amor, e os amigos que vibram junto. Mesmo tendo pouco tempo para comemorarem os pontos, a torcida Karen13 está ali para lembrar as meninas “que visão” elas possuem dentro de quadra.
De fato, elas são uma dupla de ouro, porém, encontram dificuldades em algumas partidas e às vezes acontece de uma das meninas perder o single, o que leva a oportunidade de jogarem juntas. Elas não ficam felizes com a derrota, mas aproveitam a oportunidade de poderem jogarem juntas em quadra e, de uma maneira surpreendente, conseguem se divertir muito mais do que estivessem jogando sozinhas.
É difícil conciliar faculdade, trabalho e treino pois diminui as horas diárias de treino, mas isto não as abalam, pois atingiram um ótimo nível antes da faculdade. Carla era jogadora profissional, passava horas por dia treinando, e Letícia chegava a treinar 3h por dia.
Neste 09 de junho, dia internacional do tenista, Carla disse à Letícia: “parabéns pelo nosso dia, que você continue apaixonada por esse esporte, sendo mais uma das pessoas que acrescentam e dão forças para crescer cada vez mais.” E Letícia respondeu “primeiro, obrigada por ser minha dupla, por estar lá comigo, por me ajudar durante os jogos quando você está sentada e falando na hora o que tem que fazer. Me passa muita tranquilidade durante o jogo. E segundo, você é demais, te adoro. Te agradeço por compartilhar comigo essa mesma paixão.”